Site da Arquidiocese de Fortaleza

Acesse o site de nossa arquidiocese e fique bem informado.

Palavra do Pastor

Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

31 de dez de 2011

A Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Fortaleza deseja a todos um feliz e abençoado 2012.
Continuemos rezando e implorando ao Senhor da Messe e Pastor do Rebanho mais operários: famílias santas, religiosas, religiosos, leigos engajados e novas e santas VOCAÇÕES SACEROTAIS.
Um abraço e uma saudação toda especial aos nossos jovens, esperança e certeza de que a Igreja continua fazendo sua peregrinação sobre a terra, com os olhos voltados para o Céu.

Pe. Rafhael - Coord. da Pastoral Vocacional da Arquidiocese

26 de dez de 2011

Estágio Vocacional 2011

Aconteceu de 12 a 16 de dezembro de 2011, no Seminário Propedêutico o estágio vocacional para os 14 candidatos que ingressarão no ano de 2012. Foi um tempo abençoado, em que contamos com a presença de vários sacerdotes e dos nosso bispos D. José Antonio, D. Rosalvo e D. José Luis. Contamos ainda com a presença e ajuda de alguns seminaristas da Arquidiocese.


A Pastoral Vocacional de Fortaleza deseja a todos um Feliz e Santo Natal e um ano novo repleto de realizações.

17 de out de 2011

Papa Bento XVI anuncia o "Ano da Fé"

Bento XVI presidiu, neste domingo, 16 de outubro, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, a celebração eucarística para a Nova Evangelização. Os participantes do encontro "Novos evangelizadores para a Nova Evangelização – A Palavra de Deus cresce e se multiplica", promovido pelo Pontifício Conselho para a Nova Evangelização, estiveram presentes na cerimônia de encerramento desse evento. O Papa anunciou que em 2012 terá início o "Ano da fè".

"Estou feliz por esta reunião se realizar no contexto do mês de outubro, uma semana antes do Dia Mundial das Missões. Isto reforça a verdadeira dimensão universal da nova evangelização, em harmonia com a missão ad gentes" – frisou o Papa. "Vocês foram escolhidos por ele" – disse Bento XVI citando a 1ª Carta de Paulo aos Tessalonicenses. "Cada missionário do Evangelho deve considerar sempre esta verdade: é o Senhor que toca os corações com sua Palavra e seu Espírito, chamando a pessoa à fé e à comunhão na Igreja" – sublinhou Bento XVI.


"Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida" – disse Jesus. "Os novos evangelizadores são chamados a caminhar por primeiro neste Caminho que é Cristo, para dar a conhecer aos outros a beleza do Evangelho que dá vida. E neste caminho não se está sozinho, mas em companhia: uma experiência de comunhão e fraternidade que é oferecida às pessoas que encontramos, para comunicar-lhes a nossa experiência de Cristo e sua Igreja. Assim, o testemunho unido ao anúncio pode abrir o coração daqueles que buscam a verdade a fim de que possam encontrar o sentido da própria vida" – destacou o Santo Padre.


Para dar novo impulso à missão eclesial, o Papa anunciou – durante a celebração eucarística - que a Igreja celebrará o "Ano da Fé" que terá início em 11 de outubro de 2012, no 50º aniversário da abertura do Concílio Vaticano II e se concluirá em 24 de novembro de 2013, Solenidade de Cristo Rei do Universo.


"Será um momento de graça e compromisso para uma plena conversão a Deus, para fortalecer a nossa fé n'Ele e a anunciá-Lo com alegria ao homem do nosso tempo. Queridos irmãos e irmãs, vocês estão entre os protagonistas da nova evangelização que a Igreja iniciou e leva avante, não sem dificuldade, mas com o mesmo entusiasmo dos primeiros cristãos" – concluiu Bento XVI. (MJ)


Fonte: CNBB

7 de out de 2011

A caminho da Assembléia Arquidiocesana de Pastoral


Periodicamente a Igreja Arquidiocesana se propõe uma Assembléia de Pastoral para avaliações de suas atividades e para programação de novo Plano de Pastoral. Nossa próxima Assembléia de Pastoral ocorrerá em Fortaleza nos dias 26 e 27 de novembro. Para ela nos preparamos com intensa oração e muito trabalho.

Esta mesma assembléia está sendo concatenada com a anterior Assembléia de Pastoral do Regional NE1 – Ceará, a ser realizada nos dias 12 a 15 de novembro vindouros, que por sua vez é desdobramento das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil – DGAE, aprovadas pela Assembléia Geral da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – a última realizada nos dias 3 a 13 de maio em Aparecida SP, junto ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

As DGAE da Igreja no Brasil, apresentadas no documento 94 da CNBB, foram aprovadas para o quadriênio 2011 a 2015. Elas partem de um Objetivo Geral da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, proposta amadurecida por toda a Igreja e que procura sintetizar a direção dos esforços e atividades da ação evangelizadora a se desenvolver em todas as Igrejas locais como expressão de verdadeira comunhão eclesial.

A missão de evangelizar, recebida de Jesus (cf. Mt. 28, 18-20), estará sempre presente na Igreja em sua comunhão e ação universal. No entanto, os diversos tempos e lugares exigem orientações e diretivas de como expressar a comunhão de todos em Cristo e realizar a missão recebida de levar o Evangelho a toda criatura, fazendo discípulos de todos os povos.

Assim, periodicamente a Igreja, como um todo universal e em sua diversidade local, estabelece Planos de Ação Pastoral em resposta ao mandato recebido do Senhor e às exigências dos tempos.

Estamos a caminho de mais uma Assembléia Arquidiocesana de Pastoral. Ela tem sido preparada há já dois anos, com avaliações e com o processo de acompanhamento das Diretrizes Gerais para o Brasil, das prioridades assumidas regionalmente pelas Igrejas (dioceses) no Ceará (Regional NE1 da CNBB), buscando responder com planos próprios às urgências da ação evangelizadora nas realidades Metropolitanas, na Praia, na Serra e no Sertão, que constituem o campo de nossa ação eclesial. As marcas de nosso tempo estão exigindo respostas adequadas para que a Igreja toda no Brasil esteja em estado permanente de missão, seja casa de iniciação à vida cristã, iluminada e animada pela própria Palavra de Deus, expressão viva de comunhão em sua diversidade e dedicada ao serviço de plena vida para todos.

Somos no Ceará um povo de grande religiosidade, de tradição cristã católica, o que se expressa nas mais diversas manifestações de devoção por parte dos fiéis. No entanto, a riqueza do Evangelho e os grandes desafios de nosso tempo, estão exigindo de todos uma nova definição de vida, novas opções de fé enraizada no verdadeiro encontro com a pessoa de Jesus e no seu seguimento. Não basta simples tintura de religiosidade, menos ainda algumas práticas e devoções tradicionais e pontuais. Somos chamados a novo encontro com Cristo e a nova recepção do Evangelho. A Palavra de Deus deverá ser modeladora da vida e da cultura humana em um mundo que não expressa os valores da vida cristã e sente a carência de forças que levem a vencer o muito de desagregação e morte presente em nossa humanidade.

Convidamos e convocamos a toda a nossa Igreja Arquidiocesana de Fortaleza (suas paróquias e áreas pastorais, comunidades e movimentos eclesiais, associações, grupos, pastorais, organismos eclesiais, fiéis todos, sacerdotes, religiosos e leigos) para na intensa oração e na participação consciente fazermos a caminhada com novo impulso evangelizador, ardor missionário, testemunho vivo e comprometido para que frutifique o Reino de Deus entre nós.

Este nosso novo Plano de Pastoral até o ano 2015, estará também voltado para as comemorações dos 100 anos da Arquidiocese de Fortaleza. Estaremos vivendo um tempo forte de ação de graças pelos dons recebidos, de avaliações do caminho já feito e discernimento dos novos passos a dar, de novo empenho missionário diante das hodiernas urgências da evangelização.

+ José Antonio Aparecido Tosi Marques
Arcebispo Metropolitano de Fortaleza


Fonte: Arquidiocese de Fortaleza

3 de out de 2011

“Verbum Domini”


Setembro é para a Igreja no Brasil o mês da Bíblia. Todos os anos este mês é oportunidade para maior contato, conhecimento, valorização e vivência da Palavra de Deus contida neste Livro único da revelação. Repete-se um cântico em nossas comunidades: “A Bíblia é a Palavra de Deus semeada no meio do Povo, que cresceu, cresceu e se transformou, ensinando a viver um mundo novo!” Nesta oportunidade não poderíamos deixar de retomar a Exortação Apostólica pós Sínodo dos Bispos de 2008, escrita pelo Papa Bento XVI e que reapresenta a Palavra do Senhor para toda a Igreja, em sua riqueza de vida e de missão. Recordamo-nos da parábola que Jesus nos deu: “O Reino dos Céus é como um grão de mostarda que alguém pegou e semeou no seu campo. 32 Embora seja a menor de todas as sementes, quando cresce, fica maior que as outras hortaliças e torna-se um arbusto, a tal ponto que os pássaros do céu vêm fazer ninhos em seus ramos”. 33 E contou-lhes mais uma parábola: “O Reino dos Céus é como o fermento que uma mulher pegou e escondeu em três porções de farinha, até que tudo ficasse fermentado”. (Mt 13, 31-33) A Palavra de Deus é semeada no coração da humanidade. Pequenino meio para tão grande fim – o Reino de Deus! Deixemos o Papa nos falar diretamente…

<<1. APALAVRA DO SENHOR permanece eternamente. E esta é a palavra do Evangelho que vos foi anunciada » (1 Pd 1, 25; cf. Is 40, 8). Com esta citação da Primeira Carta de São Pedro, que retoma as palavras do profeta Isaías, vemo-nos colocados diante do mistério de Deus que Se comunica a Si mesmo por meio do dom da sua Palavra. Esta Palavra, que permanece eternamente, entrou no tempo. Deus pronunciou a sua Palavra eterna de modo humano; o seu Verbo « fez-Se carne » (Jo 1, 14). Esta é a boa nova. Este é o anúncio que atravessa os séculos, tendo chegado até aos nossos dias. A XII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, que se efetuou no Vaticano de 5 a26 de Outubro de 2008, teve como tema A Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja. Foi uma experiência profunda de encontro com Cristo, Verbo do Pai, que está presente onde dois ou três se encontram reunidos em seu nome (cf. Mt 18, 20). Com esta Exortação apostólica pós-sinodal, acolho de bom grado o pedido que me fizeram os Padres de dar a conhecer a todo o Povo de Deus a riqueza surgida naquela reunião vaticana e as indicações emanadas do trabalho comum. 1 Cf. Propositio Nesta linha, pretendo retomar tudo o que foi elaborado pelo Sínodo, tendo em conta os documentos apresentados: os Lineamenta, o Instrumentum laboris, os Relatórios ante e post disceptationem e os textos das intervenções, tanto os que foram lidos na sala como os apresentados in scriptis, os Relatórios dos Círculos Menores e os seus debates, a Mensagem fi nal ao Povo de Deus e sobretudo algumas propostas específicas (Propositiones), que os Padres consideraram de particular relevância. Desejo assim indicar algumas linhas fundamentais para uma redescoberta, na vida da Igreja, da Palavra divina, fonte de constante renovação, com a esperança de que a mesma se torne cada vez mais o coração de toda a atividade eclesial. Para que a nossa alegria seja perfeita.

2. Quero, antes de mais nada, recordar a beleza e o fascínio do renovado encontro com o Senhor Jesus que se experimentou nos dias da assembléia sinodal. Por isso, fazendo-me eco dos Padres, dirijo-me a todos os fi éis com as palavras de São João na sua primeira carta: « Nós vos anunciamos a vida eterna, que estava no Pai e que nos foi manifestada – o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também vós tenhais comunhão conosco. Quanto à nossa comunhão, ela é com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo » (1 Jo 1, 2-3). O Apóstolo fala-nos de ouvir, ver, tocar e contemplar (cf. 1 Jo 1, 1) o Verbo da Vida, já que a Vida mesma se manifestou em Cristo. E nós, chamados à comunhão com Deus e entre nós, devemos ser anunciadores deste dom. Nesta perspectiva querigmática, a assembleia sinodal foi um testemunho para a Igreja e para o mundo de como é belo o encontro com a Palavra de Deus na comunhão eclesial. Portanto, exorto todos os fiéis a redescobrirem o encontro pessoal e comunitário com Cristo, Verbo da Vida que Se tornou visível, a fazerem-se seus anunciadores para que o dom da vida divina, a comunhão, se dilate cada vez mais pelo mundo inteiro. Com efeito, participar na vida de Deus, Trindade de Amor, é a alegria completa (cf. 1 Jo 1, 4). E é dom e dever imprescindível da Igreja comunicar a alegria que deriva do encontro com a Pessoa de Cristo, Palavra de Deus presente no meio de nós. Num mundo que frequentemente sente Deus como supérfluo ou alheio, confessamos como Pedro que só Ele tem « palavras de vida eterna » (Jo 6, 68). Não existe prioridade maior do que esta: reabrir ao homem atual o acesso a Deus, a Deus que fala e nos comunica o seu amor para que tenhamos vida em abundância (cf. Jo 10, 10). (Exortação Apostólica Verbum Domini, Papa Bento XVI)>>

Poderemos ainda penetrar em toda a riqueza dos ensinamentos sobre a Palavra do Senhor, continuando a leitura de toda a Exortação Apostólica Verbum Domini. Nela encontraremos as luzes necessárias para a vida e a missão da Igreja no hoje de nossa história.

+ José Antonio Aparecido Tosi Marques
Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

27 de set de 2011


Com o tema “Missão na Ecologia”, a Igreja do Brasil celebrará o mês de outubro, o Mês Missionário.

É com espírito de alegria que no dia 1º de outubro, no Santuário de Fátima, todos os missionários e as missionárias da Arquidiocese de Fortaleza celebrarão a abertura do Mês Missionário. A Santa Missa, presidida por Dom José Luiz Sales, bispo auxiliar de Fortaleza, abrirá não só a vivência do mês, mas a Campanha Missionária 2011.

Segundo o coordenador do Conselho Missionário Diocesano, Diácono Luciano Gonzaga, o momento tem como objetivo despertar à consciência missionária em todos os batizados. “Todos os batizados precisam se redescobrir missionários. Fazer acontecer, no seu dia a dia, o Ide e Evangelizai”, comenta o coordenador.


Amados a MISSÃO dos nossos padres da Arquidiocese de fortaleza aqui na cidade de Boca do Acre - Amazonas, Diocese de Rio Branco, não é fácil não!!!! Aqui tudo é bem difícil. O povo é bom, mas muito simples. Diversos são os desafios e bem distintos dos que enfrentamos em Fortaleza. Aqui se vive bem distante da "civilização" e dos benefícios das grandes metrópoles, que nós cearenses estamos bem acostumados; o custo de vida aqui, no acre e amazonas é alto e de qualidade duvidável. A etnia e cultura indígena é bem presente, nos rostos, na fala, nos gestos, na maneira de expressar as ideias e realizar alguns trabalhos. Mesmo que tenhamos claros os sinais de unidade eclesial nos cantos, nas organizações pastorais e na forma de celebrarmos a missa. Hoje visitei o barco missionário que ajuda nossos padres e nossas pastorais e jovens a chegarem nas comunidade ribeirinhas no Rio Purus e do Rio Acre (este barco ficou parado com problemas por vários meses, por problemas mecânicos e de infiltração, mas graças a muita peleja de nossos missionários padres o barco fora recuperado e esta em plena atividade). Teremos batizados daqui alguns dias e ele é que nos levará as comunidades "aldeias" para gerarmos novos cristãos pela misericórdia de Deus. Que Deus nos ajude!!! Santa Teresinha, padroeira das missões, rogai por nós!

Pe. Watson Façanha

26/09/2011

clique aqui e veja as primeiras fotos da missão

26 de set de 2011


Após uma pausa, retomamos as atividades da Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Fortaleza
e da dimensão pastoral-missionária do Seminário Propedêutico.

Seguem algumas fotos do encontro vocacional do mês de setembro e também fotos do dia de
missão que os seminaristas do Propedêutico realizaram na Paróquia Nossa Senhora Aparecida –
Praia do Futuro.

Na referida paróquia fomos recebidos pelo pe. Werlen Arcanjo. Na parte da manhã os padres
Arcanjo, Ailton e Rafhael juntamente com os seminaristas fizeram visitas domiciliares, inclusive
aos enfermos. Já na parte da tarde, pe. Arcanjo realizou um momento formativo com os
seminaristas. O dia terminou com a celebração da Eucaristia na Igreja Matriz, que contou com
boa participação dos fiéis.

A próxima parada missionária do Propedêutico será nos dias 28-30 de outubro, na Paróquia São
Gonçalo, em São Gonçalo do Amarante, encerrando o mês missionário.

Clique aqui e veja as fotos da Missâo


O encontro vocacional deste mês (17 e 18/09), foi muito frutuoso para os jovens que perseveram no prosseço de discernimento vocacional e que desejam ingressar no Seminário da Arquidiocese de Fortaleza CE para iniciar um processo de formação que os conduza ao Sacerdócio.
Neste encontro, os jovens foram informados da última etapa dos encontros vocacionais, que é o Psico-diagnóstico, realizado com o Dr. Ivan Rodrigues, onde o vocacinado aprende mais sobre si próprio. A equipe de formação si utiliza do psico-diagnóstico de cada um para uma resposta mais esclarecida e coerênte.

Clique aqui e veja as fotos

O próximo encontro aconterá nos dias 15 e 16/10.

28 de ago de 2011

As fotos da II Jornada Vocacional já estão disponíveis.


25 de ago de 2011



No fim de semana, 19-21/08, entraram em retiro os jovens vocacionados que aspiram ingressar no Seminário Arquidiocesano de Fortaleza. Ao todo participaram 29 jovens vindos das diversas paróquias ligadas à Arquidiocese de Fortaleza.
Coordenando o encontro, pe. Rafhael Maciel (coord. da Pastoral Vocacional e Reitor do Seminário Propedêutico) que teve o auxílio de alguns seminaristas.
Foi oferecido aos jovens do retiro palestras, momentos espirituais, momentos reflexivos, gincanas, trabalho de fonoaudiologia, Celebrações Eucarísticas diária.

22 de ago de 2011



Rio de Janeiro será a próxima sede da JMJ,

anuncia Bento XVI

Nicole Melhado
Da Redação

Divulgação / CNBB

Logo da 27ª Jornada Mundial da Juventude que será realizada em 2013, no Rio de Janeiro
O Rio de Janeiro será a sede da Jornada Mundial da Juventude 2013! O anúncio oficial foi feito pelo Papa Bento XVI, ao fim da Missa de encerramento da JMJ Madri, neste domingo, 21.

A data prevista para o evento é de 23 a 28 de julho de 2013 e a expectativa é reunir mais de dois milhões de jovens peregrinos.

"Este é o maior evento da Igreja. Juntando o número de pessoas de uma Copa do Mundo e uma Olimpíada, não dá a metade do que se dá numa Jornada Mundial da Juventude”, destaca o assessor da Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB, padre Carlos Sávio Costa Ribeiro.

Para os jovens da América Latina será mais barato vir ao Brasil do que ir para uma JMJ na Europa, por isso, o vice-coordenador geral da JMJ Rio, Dom Antônio Augusto, espera que o público seja ainda maior que o da JMJ Madri.

Segundo Dom Antônio, a escolha do Papa pelo Brasil tem muito a ver com a esperança que o Santo Padre tem pela América Latina. “É uma demostração viva de como a Igreja se apoia muito nos países latino-americanos onde o carisma e a fé do povo católico são muito fortes”, destaca.

Hoje, a fé da América Latina é um exemplo para os outros países da Europa que precisam de uma nova evangelização. Para o cantor e missionário da Comunidade Canção Nova, Dunga, a JMJ Brasil trará um "novo impulso para a evangelização dos jovens", primeiramente se expandindo para todo continente e, depois, atingindo todo mundo.

"Será uma oportunidade para todas as dioceses de nosso país, junto com seus bispos, sacerdotes e leigos, vivam uma profunda comunhão, demostrando que a Igreja é uma grande família", destaca Dom Antônio.

Segundo ele, a escolha não foi só pelo Rio de Janeiro, mas pelo Brasil, e será um sinal de unidade e mor diante de tantas tragédias que o mundo está vivendo.

“O Brasil mostrará que a Igreja é um só coração e uma só alma, exemplo de unidade, comunhão para esta sociedade que tanto sofre com divisões, fragmentação de valores e desigualdade social. Que o Brasil possa demostrar pra todo mundo que a fé une os corações”, enfatiza.


Programação

Na programação oficial da JMJ Rio já estão confirmadas as catequeses, a Via Sacra, a Vigília e a Missa com o Papa, eventos já tradicionais em todas as edições da JMJ.

“Fora da estrutura oficial do evento, não temos nada planejado ainda. Mas o Brasil certamente tem muito a oferecer aos jovens”, conta o vice-coordenador.

Para o missionário Dunga, as apresentações das bandas brasileiras na JMJ Madri foram um aperitivo do que acontecerá na JMJ Rio.


Custos da JMJ Rio

Organizar uma JMJ realmente é algo que acarreta muitas responsabilidades, preocupações e empenhos, salienta Dom Antônio. A arquidiocese do Rio e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) estarão a frente desta organização que tem como coordenador-geral Dom Orani João Tempesta, Arcebispo do Rio.

“A maioria dos recursos procederão das inscrições que começarão no final de 2012. Mas antes do inicio das inscrições precisamos de recursos para as primeiras despesas como a divulgação”, explica o vice-coordenador.

Além das inscrições dos jovens, a Igreja espera contar com recursos vindos de patrocinadores. Já os suportes na segurança e no transporte serão concedidos pela prefeitura do Rio de Janeiro, como é natural em qualquer evento.

“Esperamos que escolas, paróquias e as famílias abram suas casas para acolher esses jovens”, destaca Arcebispo Emérito do Rio.


Expectativas

Desde 2007, quando o Brasil se colocou oficialmente como candidato para sede de uma JMJ que as expectativas eram grandes. Em 2010, a Arquidiocese do Rio de Janeiro, durante a Jornada Arquidiocesana da Juventude, exibiu um vídeo expressando o entusiamo da arquidiocese para que a capital carioca fosse escolhida como sede da próxima JMJ.


Fonte: Canção Nova

20 de ago de 2011

VIGÍLIA DE ORAÇÃO COM OS JOVENS; HOMILIA DO PAPA BENTO XVI

Queridos amigos!

Saúdo-vos a todos, e de modo particular aos jovens que me formularam as perguntas, agradecendo-lhes a sinceridade com que expuseram as suas inquietações, que exprimem de certo modo o anseio de todos vós por alcançar algo de grande na vida, algo que vos dê plenitude e felicidade.

Mas, como pode um jovem ser fiel à fé cristã e continuar a aspirar a grandes ideais na sociedade actual? No evangelho que escutámos, Jesus dá-nos uma resposta a esta importante questão: «Assim como o Pai Me tem amor, assim Eu vos amo a vós. Permanecei no meu amor» (Jo 15, 9).

Sim, queridos amigos, Deus ama-nos. Esta é a grande verdade da nossa vida e que dá sentido a tudo o mais. Não somos fruto do acaso nem da irracionalidade, mas, na origem da nossa existência, há um projecto de amor de Deus. Assim permanecer no seu amor significa viver radicados na fé, porque esta não é a simples aceitação dumas verdades abstractas, mas uma relação íntima com Cristo que nos leva a abrir o nosso coração a este mistério de amor e a viver como pessoas que se sabem amadas por Deus.

Se permanecerdes no amor de Cristo, radicados na fé, encontrareis, mesmo no meio de contrariedades e sofrimentos, a fonte do júbilo e a alegria. A fé não se opõe aos vossos ideais mais altos; pelo contrário, exalta-os e aperfeiçoa-os. Queridos jovens, não vos conformeis com nada menos do que a Verdade e o Amor, não vos conformeis com nada menos do que Cristo.

Precisamente agora, quando a cultura relativista dominante renuncia e menospreza a busca da verdade, que é a aspiração mais alta do espírito humano, devemos propor, com coragem e humildade, o valor universal de Cristo como Salvador de todos os homens e fonte de esperança para a nossa vida. Ele, que tomou sobre si as nossas aflições, conhece bem o mistério do sofrimento humano e mostra a sua presença amorosa em todos aqueles que sofrem. Estes, por sua vez, unidos à paixão de Cristo, participam intimamente da Sua obra de redenção. Além disso, a nossa atenção desinteressada pelos doentes e aos desamparados, sempre será um testemunho humilde e silencioso do rosto compassivo de Deus.

Queridos amigos, que nenhuma dificuldade vos paralise: Não tenhais medo do mundo, nem do futuro, nem da vossa fraqueza. O Senhor concedeu-vos viver neste momento da história, repleto de grandes possibilidades e oportunidades, para que, graças à vossa fé, continue a ressoar o nome de Cristo em toda a terra.

Nesta vigília de oração, convido-vos a pedir a Deus que vos ajude a descobrir a vossa vocação na sociedade e na Igreja e a perseverar nela com alegria e fidelidade. Vale acolher dentro de nós o chamado de Cristo e seguir com coragem e generosidade o caminho que Ele nos proponha.

A muitos, o Senhor chama ao matrimónio, no qual um homem e uma mulher, formando uma só carne (cf. Gn 3, 24), se realizam numa profunda vida de comunhão. É um horizonte de vida ao mesmo tempo luminoso e exigente; um projecto de amor verdadeiro, que se renova e consolida cada dia, partilhando alegrias e dificuldades, e que se caracteriza por uma entrega da totalidade da pessoa. Por isso, reconhecer a beleza e bondade do matrimónio significa estar conscientes de que o âmbito adequado à grandeza e dignidade do amor matrimonial só pode ser um âmbito de fidelidade e indissolubilidade e também de abertura ao dom divino da vida.

A outros, diversamente, Cristo chama-os a segui-Lo mais de perto no sacerdócio ou na vida consagrada. Como é belo saber que Jesus vem à tua procura, fixa o seu olhar em ti e, com a sua voz inconfundível, diz também a ti: "Segue-Me" (cf. Mc 2, 14).

Queridos jovens, para descobrir e seguir fielmente a forma de vida a que o Senhor chama cada um de vós, é indispensável permanecer no seu amor como amigos. E, como se mantém a amizade se não com o trato frequente, o diálogo, o estar juntos e o partilhar anseios ou penas? Dizia Santa Teresa de Ávila que a oração não é outra coisa senão «tratar de amizade – estando muitas vezes tratando a sós – com Quem sabemos que nos ama» (Livro da Vida, 8).

Convido-vos, pois, a ficardes agora em adoração a Cristo, realmente presente na Eucaristia; a dialogar com Ele, a expor na sua presença as vossas questões e a escutá-Lo. Queridos amigos, rezo por vos com toda a minha alma; suplico-vos que rezeis também por mim. Peçamos-Lhe, ao Senhor, nesta noite que, atraídos pela beleza do seu amor, vivamos sempre fielmente como seus discípulos. Amen.

19 de ago de 2011




A tradicional "Caminhada com Maria", realizada no último dia 15 pela Arquidiocese de Fortaleza, atingiu o número já esperado de 1.8 milhão de pessoas que caminharam devotamente junto da Virgem Maria. Contou com a participação do padre Hewaldo Trevisan, que pode nos prestigiar com algumas de suas belas canções. Ao fim, após a coroação da imagem de Nossa Senhora da Assunção, D. José Antonio, que caminhou junto ao povo, abençoou a todos ali presente.


Visita ao CEU (Condomínio Espiritual Uirapuru)


Na sexta feira, 12, tendo em vista o feriado do dia do estudante, os seminaristas do Seminário Propedêutico Dom Aloísio Lorscheider realizaram visita ao Condomínio Espiritual Uirapuru. Foram visitados o Carmelo Santa Teresinha, o Lar Santa Mônica, a Casa do Menor e a Comunidade Rainha da Paz. Na oportunidade o Seminário realizou algumas doações de alimentos as instituições como gesto concreto do período quaresmal vivido na comunidade do seminário.

Para os seminaristas foi um momento de ver a realidade e os desafios da Igreja na atualidade, bem como a dedicação da Igreja por aqueles que sofrem. Como lembrou os padres reitores: “Conhecer a diversidade de instituições e carismas faz parte da formação daqueles que desejam assumir a missão da igreja em nossos tempos.”


A visita ao Carmelo Santa Teresinha colocou os seminaristas diante de uma realidade profundamente radical para os nossos tempos, olhar para a oferta total de vida das monjas carmelita é um grande testemunho para aqueles que estão iniciando um processo de discernimento vocacional.

clique aqui e veja as fotos

16 de ago de 2011


No dia 14/08 pe. Rafhael (coord. da Pastoral Vocacional) pregou na parte da manhã de um retiro para um grupo de jovens que foram reunidos pela Pastoral Vocacional de Baturité.O encontra aconteceu no Colégio Salesiano (Instituto Nossa Sra. Auxiliadora).

Na sua pregação falou do chamado ao Sacerdócio e explicou o que é ser um Padre Diocesano, de sua espiritualidade e de seu carisma. Com ele estavam seminaristas que falaram seus chamados.

13 de ago de 2011

Pe. Fernando

video

II Jornada Vocacional de Fortaleza
data:27 de Agosto a partir das 14h
Local: Quadra do Colégio Piamarta Montese (próximo a Igreja de Nazaré)
maiores informações; CLIQUE AQUI

10 de ago de 2011

9 de ago de 2011


Os seminaristas da Arquidiocese de Fortaleza, que Participaram do IV FORMISE (Formação Missionária dos Seminaristas), em Campina Grande no mês de julho, se encontraram para planejar as ações a serem realizadas

pelo COMISE (Comissão Missionária dos seminaristas) no segundo semestre desse ano. O encontro ocorreu no Seminário Arquidiocesano São José de Teologia, tendo em vista a oportunidade das três casas de formação encontrar-se reunidas para a realização do retiro do segundo semestre de formação.


O Retiro Semestral das casas de Formação dos Seminaristas da Arquidiocese de Fortaleza ocorreu neste ultimo final de semana no Seminário Arquidiocesano São José de Teologia. O Retiro que teve como foco a

espiritualidade missionária reuniu as três casas de formação: Propedêutico, Filosofia e Teologia, o mesmo teve como tema: “Enviados à urgente e inevitável missão de evangelizar”, o qual teve como pregador Pe. Sávio

Corinaldesi, SX, Secretário Nacional da Pontifícia obra de São Pedro Apóstolo e da Pontifícia União Missionária.


O Pregador em sua primeira colocação enfatizou: “Uma Igreja que não seja missionária, não é uma igreja de Cristo.” A experiência missionária do Padre Sávio provocou em todos os seminaristas momentos de muita meditação sobre a espiritualidade que nós cristãos precisamos assumir para evangelizar a humanidade que sofre a espera da manifestação dos filhos de Deus. Foram realizadas cinco colocações a respeito da fidelidade da nossa fé, fidelidade de Cristo, fidelidade ao mundo, fidelidade aos pobres e fidelidade ao tempo

presente. A missão da igreja é continental, portanto, “nós estamos no mundo para atender os que precisam de nós”, disse Pe. Sávio.


O retiro foi um momento significativo para todos os seminaristas realizarem uma profunda reflexão sobre a urgente missão da nova evangelização na igreja, tendo em vista, os desafios que se apresentam em nossa sociedade.


clique aqui e veja as fotos

5 de ago de 2011


Começou hoje (05/08), no Seminário Arquidiocesano São José - Teologia, o 2º retiro de 2011 para os seminaristas da Arquidiocese.
O retiro tem como tema, Espiritualidade Missionária (Enviados à urgente e inevitável missão de evangelizar), e pregando-o, Pe. Sávio Corinaldesi, Secretário da Pontifícia Obra de São Pedro Apóstolo e da Pontifícia União Missionária.


No dia do Padre (04/08), foi celebrada uma Missa no Seminário Propedêutico, presidida por Dom José Luis e concelebrando com ele Pe. Rafhal Silva (reitor da casa), Pe. Ailton Costa (vice Reitor) e Pe. Eupídio, na mesma comemoramos o dia de São João Maria Vianney (patrono dos Padres) e o aniversário de reinauguração do Seminário Dom Aloísio Lorscheider - Propedêutico.

4 de ago de 2011

São João Maria Vianney, o Cura D’Ars



1786. Nasce, na cidade de Lion, na França, João Batista Maria Vianney, o terceiro filho do casal Mateus Vianney e Maria Béluse.


De família humilde, João Maria sempre teve inclinação a práticas religiosas, principalmente por conta da educação religiosa dada pela mãe.


Aos 17 anos decidiu-se pelo sacerdócio, inicialmente contra a vontade do pai, mas somente aos 20 ingressou no seminário. Porém, por duas vezes, foi obrigado a deixar o seminário por conta de seu baixo rendimento acadêmico, visto que tinha dificuldades em compreender os estudos, principalmente do latim.


No entanto, padre Balley, um velho vigário amigo de João Maria, conhecendo a situação, intercedeu por ele, dispondo-se a ajudá-lo em suas dificuldades acadêmicas. Assim João Maria pode seguir em sua vocação.


Aos 29 é ordenado padre e enviado para ajudar padre Balley em sua paróquia. 4 anos depois, com a morte de padre Balley, padre João Maria recebe a aldeia de Ars para pastorear. Ao chegar, depara-se com uma situação muito difícil:o povo vivia num paganismo prático e num esquecimento das práticas religiosas; entregava-se à bebedeira; o descanso dominical não era observado; os jovens eram grandes frequentadores de bailes e ignoravam as orientações da doutrina católica; as crianças começavam a trabalhar desde cedo nos campos e mal apareciam nos catecismos. Havia certa religiosidade, mas pouquíssima piedade. O que um homem, com tão pouco nível intelectual e com tantas outras dificuldades poderia fazer diante de tal realidade?


No dia seguinte à sua chegada, padre João Maria, abriu as portas da igreja e pôs-se a rezar, de joelhos, diante do Santíssimo Sacramento; rezava todo os dias e fazia penitência pela conversão do povo.



“Meu Deus, concedei-me a conversão da minha paróquia, aceito sofrer tudo aquilo que quiserdes por todo o tempo da minha vida”.



Depois, começou a visitar as familias catequisando-as e motivando-as a participarem da missa.


A realidade de Ars foi, aos poucos, mudando. O povo começou a lotar a igreja e mais ainda o confessionário. O Cura (como era chamado um vigário de aldeia) ficava horas e horas ouvindo as confissões do povo, chegando a ficar 14 horas seguidas atendendo confissões.


Assim padre Jõao Maria acendeu na vida daquele povo uma chama que veio aquecer e animar aquelas pessoas que estavam desnorteadas, precisando de um orientação para suas vidas.


Padre João Maria Vianney morreu tranquilamente aos 73 anos de idade. Em 1925 foi canonizado pelo Papa Pio XI.


Peçamos a intercessão de são João Maria Vianney por todos os padres, para que possam continuar crescendo santamente, e por todas as vocações, para que Deus continue suscitando e animando, no meio do povo, santas vocações.


O Santo Cura D’Ars, são João Maria Vianney, foi proclamado patrono dos padres pelo Papa Pio XI, em 1929.

3 de ago de 2011

Agosto Mês Vocacional


Chegamos a mais um mês vocacional, em que juntaremos nossas forças para rezarmos e promovermos ainda mais todas as vocações na Igreja e na sociedade. Convidamos todo os fiéis católicos para juntos celebrarmos e vivenciarmos este mês tão especial.

Especial porque lembraremos nossos padres no primeiro domingo, ainda na esteira da memória de S. João Maria Vianney; depois rezaremos pelas famílias, com a Semana Nacional da Família, tendo viva a comemoração do dia dos pais; na sequência lembraremos com carinho de nossos religiosos e religiosas, dos irmãos e irmãs na vida consagrada, tendo Maria como exemplo de consagração total a Deus, com a Solenidade da Assunção de Maria ao Ceú; por fim celebraremos a vida e o ministério dos cristãos leigos e leigas, e seu precioso e indispensável testemunho na sociedade, ressaltando o ministérios dos catequistas.

Lembro ainda que para os interessados ainda temos disponível o livrinho do mês vocacional produzido pela CNBB Regional Nordeste I, quem quiser pode procurar por 3290.1045 – falar com pe. Rafhael.

Enviamos para o site da Arquidiocese e você pode encontrar no site da Arquidiocese de Fortaleza um pequeno documento da CNBB Nacional sobre a Pastoral Vocacional nas Paróquias, para as paróquias e áreas pastorais que desejam aprofundar o assunto, onde já exista ou não a PV implantada é importante a leitura e discussão deste texto. O que é Pastoral Vocacional

Em tempo lembro que no próximo dia 27 de agosto acontecerá a II Jornada Vocacional, a partir das 14h na Quadra do Colégio Piamarta no Montese (próximo à Igreja de Nazaré). Veja o cartaz jornada vocacional. e spot CH – JORNADA VOCAIONAL – COM APOIO e CH – JORNADA VOCAIONAL

Fique ligado - Jubileu 16