Site da Arquidiocese de Fortaleza

Acesse o site de nossa arquidiocese e fique bem informado.

Palavra do Pastor

Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

31 de mai de 2012


A Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Fortaleza se congratula hoje com o aniversário do Pe. Roberto 
Reinaldo, vice-reitor do Seminário Propedêutico e querido irmão no único sacerdócio de Cristo. 
Deus o abençoe sempre Pe. Roberto, e faça sua vida e seu ministério sempre fecundos, no amor a Jesus e sua 
Igreja.

Pe. Rafhael.

30 de mai de 2012

Tem início hoje a XII Semana Teológica da Faculdade Católica de Fortaleza.
Confira a Programação


Programação
30/05 - Manhã (07:30h)
Abertura - Palavra de Dom José Antonio Tosi Marques
Conferência: «O homem e a sociedade 50 anos depois»
                        Prof. Dr. Pe. Manfredo Araújo de Oliveira
Conferência: «O contexto histórico da convocação do Concílio Vaticano II»
                       Prof. Dr. Pe. Edilberto Cavalcante Reis
Tarde (14:30h – 17h00h): Minicursos
Noite (18:30h)
Conferência: «A dinâmica da Revelação: da Dei Verbum à Verbum Domini»
                       Profª. Dra. Ir. Aila Luzia Pinheiro de Andrade
Dia 31 – Manhã (07:30h)
Conferência: «Concílio Vaticano II: O conflito das interpretações e a Igreja Local».
                      Prof. Dr. Pe. Mário de França Miranda, SJ
Interlocutores: Prof. Ms. Pe. Almir Magalhães e Prof. Dr. Pe. Francisco Aquino Júnior
Tarde (14:30h – 17h00): Minicursos
Noite (18:30h)
Conferência: «A teologia do laicato segundo a Lumen Gentium»
                    Profª. Ms. Tânia Maria Couto Maia
Dia 01/06 – Manhã (07:30h)
Conferência: «Concílio Vaticano II: Espírito Santo, Igreja e experiência cristã».
                     Prof. Dr. Pe. Mário de França Miranda, SJ.
Debate
Considerações finais
Encerramento
MINICURSOS ( Quarta e Quinta - 14:30h – 17h00): ESCOLHER UMA OPÇÃO
1 - «A Igreja e a questão social e política» - Profª. Dra. Ir. Marly Carvalho Soares
2 - «Reflexões atuais da teologia moral acerca da “dignidade do matrimônio e da família” (GS 47-52)» - Prof. Dr. Mons. Francisco Manfredo Thomaz Ramos
- «A dignidade do matrimônio e da família na Gaudim et Spes»
Prof. Dr. Pe. Marcos Mendes de Oliveira
4 - «O Espírito Santo e o Vaticano II» - Prof. Ms. Pe. Marcus Aurélio Alves Mareano
- «O Decreto Perfectae Charitatae e a vida religiosa: perspectivas e desafios»
Profª. Ms. Ir. Maria Bernadete Gonçalves de Paula

Carga Horária: 30 h/a.
Inscrição: R$ 10,00 ALUNOS da FCF e R$ 20,00 para VISITANTES (Certificado incluso). Preenchimento da FICHA de PRÉ-INSCRIÇÃO (na página da WEB) ou na recepção da FCF e  PAGAMENTO na Tesouraria .

29 de mai de 2012


Falecimento do Pe. Antonio Pimentel

A Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Fortaleza agradece a Deus o dom da vocação e do serviço do nosso irmão, pe. Pimentel. No dia de sua Páscoa definitiva rezamos para que o Senhor lhe recompense o bem que pode fazer como seu ministro e lhe conceda o descanso merecido.

Conhecendo Padre Pimentel
Nasceu em Quixeramobim no dia 25/3/1932 e sua ordenação sacerdotal se deu em 8/12/1959. Foi sacerdote Salvatoriano e depois  tornou-se diocesano na arquidiocese de Fortaleza. Exerceu seu ministério sacerdotal nas paróquias de Quixeramobim, Redenção, Messejana, Guanacés  e em Campo Mourão no estado do Paraná.
Pe. Rafhael - Coordenador a Pastoral Vocacional da 
Arquidiocese de Fortaleza.

28 de mai de 2012


Esses são os INTERCESSORES da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Desda agora já podemos pedir a eles pelo bom êxito da Jornada.



Patronos e intercessores da JMJ 2013 são divulgados nesse domingo

Kelen Galvan / Da Redação, com JMJ Rio 2013

O Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, presidente do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio2013, divulgou nesse domingo, 27, os nomes dos santos e beatos que serão os patronos e intercessores da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), marcada para os dias 23 a 28 de julho de 2013, no Rio de Janeiro.
A cerimônia de lançamento aconteceu após a Missa de Pentecostes no Santuário da Penha e contou com a presença de cerca de cinco mil pessoas.

Como patronos, foram escolhidos:

- Nossa Senhora da Conceição Aparecida - protetora da Igreja e das famílias
- São Sebastiao - jovem soldado e mártir da fé
- Santa Teresa de Lisieux - jovem padroeira das missões
- Beato João Paulo II - Amigo dos Jovens
- São Frei Galvão - Arauto da Paz e da Caridade

E como intercessores da JMJ, foram escolhidos 13 santos e beatos:

- Santa Teresa de Los Andes - jovem contemplativa de Cristo
- Santa Laura Vicuña - jovem mártir da pureza
- São Jorge – combatente do mal
- Santo André kim e seus companheiros – mártires da Evangelização
- Beato José de Anchieta - apóstolo do Brasil
- Beata Albertina Berkenbrock - virtuosa nos valores evangélicos
- Beato Píer Giorgio Frassati - amor ardente aos pobres e à igreja
- Santa Rosa de Lima - fiel à vontade de Deus
- Beato Frederico Ozanan - servidor dos mais pobres
- Beato Adílio Daronch - jovem amigo de Cristo
- Beata Chiara Luce - toda entregue a Jesus
- Beata Irmã Dulce - embaixadora da caridade
- Beato Isidoro Bakanja - mártir do Escapulário

Nas próximas semanas estaremos postando em nosso blog mais sobre a vida de cada um dos patronos e intercessores da JMJ com a oração dedicada a cada um deles para que juntos rezemos pelo sucesso da Jornada Mundial da Juventude de 2013.

24 de mai de 2012

Como temos repetidas vezes nesse nosso blog A IGREJA É VIVA!!!!
Abaixo segue trecho da Carta de Dom José Antonio convidando para eventos singulares que acontecerão em nossa Igreja Arquidiocesana ou em favor dela.
Leiam com atenção:
************************************************************************


Fortaleza, 21 de maio de 2012.

Carta Circular 006/2012: Ordenação Episcopal de Mons. José Luiz Gomes de Vasconcelos, Bispo Auxiliar e sua apresentação em Fortaleza;
Dia Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes, Retiro Espiritual do Clero
e Ordenações Diaconais.

“A PORTA DA FÉ (cf. At 14, 27), que introduz na vida de comunhão com Deus
e permite a entrada na sua Igreja, está sempre aberta para nós.
É possível cruzar este limiar, quando a Palavra de Deus é anunciada
e o coração se deixa plasmar pela graça que transforma.” (PF 1 – Bento XVI)


Caríssimos Irmãos no Sacerdócio,
Alegria e Paz no Senhor Ressuscitado!

            PEDIMOS SUA ATENÇÃO PARA ...

No dia 11 de junho às 16 horas será realizada a Ordenação Episcopal de Mons. José Luiz Gomes de Vasconcelos, Bispo Auxiliar de Fortaleza, em Garanhuns, sua diocese de origem.
_________________________

            Estaremos, também, celebrando na Sexta-feira, dia 15 de junho, Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, a Jornada Mundial de Orações pela santificação dos sacerdotes.
Esta celebração é muito significativa para nós sacerdotes, que encontramos no Coração de Cristo a expressão máxima do Amor de Deus, do qual somos privilegiados servidores.
            A Comissão Arquidiocesana de Presbíteros, encaminhando a Pastoral Presbiteral pelo Conselho Presbiteral da Arquidiocese de Fortaleza, realizará

no Santuário do Sagrado Coração de Jesus em Fortaleza
dia 15 de junho de 2012 – Sexta-feira - das 6h00min às 12h00min,
Manhã de Oração pela Santificação dos Sacerdotes.

            Convidamos a todos os sacerdotes diocesanos e religiosos em nossa Arquidiocese para participar da programação desta manhã de orações em Adoração Eucarística, dando também oportunidade de atendimento de confissões dos fiéis.

            Em todas as comunidades de nossa Arquidiocese, promovam os pastores, na noite do mesmo dia 15 de junho – Solenidade do Coração de Jesus – Orações pela santificação dos sacerdotes.  (Enviamos subsídio anexo).
__________________________


Somos chamados pelo Senhor a crescer na santidade e na caridade pastoral para que seja frutuoso nosso ministério pastoral. Para tal temos o compromisso marcado com o Retiro Espiritual Anual do Presbitério Arquidiocesano, indispensável para todos os sacerdotes. O primeiro retiro será:

nos dias  2 de julho - Segunda-feira ( início com jantar )
a 06 de julho – Sexta-feira ( término com almoço ).
local: Seminário Arquidiocesano São José – Teologia, no Bairro Castelão.

            Orientará o Retiro Dom Anuar Batisti, Arcebispo de Maringá PR.
Solicitamos que todos os participantes tragam consigo túnica, estola verde e vermelha; e a Liturgia das Horas para nossas celebrações em comum.
             Teremos outra oportunidade de retiro nos dias 15 a 19 de outubro em Baturité. Oportunamente voltaremos à comunicação.
_________________________

            Ainda queremos convidar a todos para as Ordenações Diaconais – dia 6 de julho, às 18h30min – na Catedral Metropolitana. Na ocasião será também a Apresentação à Arquidiocese de nosso novo Bispo Auxiliar, Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, que então iniciará seu ministério episcopal na Arquidiocese de Fortaleza.

            Nosso abraço fraterno e nossas orações.

Em Jesus e Maria,



José Antonio Ap. Tosi Marques
Arcebispo Metropolitano de Fortaleza




“Que o Espírito Santo venha em socorro de nossas fragilidades” é o tema da IV Caminhada de Pentecostes

A IV Caminhada de Pentecostes acontece no próximo dia 26 de maio de 2012 com início às 22h na Catedral Metropolitana de Fortaleza. A caminhada seguirá até a Capela do Pequeno Grande, passando pelas Igrejas: da Prainha, Santa Luzia, Capela das irmãs Missionárias, Comunidade Grão de Trigo, Piedade, encerrando às 5h40min na Igreja do Cristo Rei A permanência em cada igreja é uma média de 50m, cada igreja representa um Dom do Divino Espírito Santo, onde as orações são voltadas para o Dom da igreja que acolhe os caminhantes. Os participantes passarão toda a noite orando, louvando e caminhando pelas ruas, com tochas e velas acesas.
Serviço:
IV Caminhada de Pentecostes
Horário: Saída da Catedral: 22h – Chegada Cristo rei: 05h40
Informações: (85) 3253 4808 ou (85) 9190 5959 com Consuêlda Azevedo e em todas as igrejas participantes da caminhada / www.cristoreice.com.br

20 de mai de 2012


Neste final de semana acontece o III Encontro Vocacional Diocesano de Fortaleza, no ano de 2012, no Seminário Propedêutico, com vários jovens vindos de varias paróquias da Arquidiocese. 

Na equipe ajuda de alguns seminaristas, amigos e amigas da Pastoral Vocacional.

Deus seja louvado naqueles que desejam responder positivamente ao chamado divino!!!!!

19 de mai de 2012

Neste final de semana celebramos a Solenidade da Ascensão de Jesus ao Céu. Peçamos ao nosso Bom Jesus a graça da missionariedade e da disponibilidade para o serviço do Reino junto aos mais necessitados.

Hoje e amanhã, 19 e 20 de maio, encontro vocacional diocesano, no Seminário Propedêutico.
Começamos às 16h de hoje e vamos até amanhã 12h.
Nossos vocacionados estão sendo esperados com muita alegria por toda a nossa comunidade.

Pe. Rafhael.

14 de mai de 2012

Ser cristão de verdade é ser amigo de Cristo !!!


Jesus continua se despedindo dos Seus discípulos. No texto de hoje, Ele insiste que permaneçamos no Seu amor e propõe, como novo mandamento, a caridade: “Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida por seus amigos. Vós sois meus amigos, se fazeis o que vos mando”.
Assim como o Senhor, por amor, tornou-se nosso amigo de verdade, Ele também nos convida a fazer o mesmo. Que todos nós continuemos unidos a Jesus por meio do Seu próprio amor. N’Ele e por Ele, sejamos amigos uns dos outros. É importante lembrar que “amar uns aos outros” não é apenas uma expressão.
A iniciativa, porém, é de Jesus: “Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi”. A afirmação se refere à proposta mais do que ao mandamento, isto é, o amor partiu d’Ele, não de nós. Desse amor se desprende a vitalidade e a amplidão da Sua missão. Baseada nisso, a resposta dos discípulos se torna fecunda em frutos duradouros.
Assim como os discípulos, a nossa oração ao Pai também será ouvida. Por isso, precisamos acolher o apelo de I Coríntios 13,1-3: “Se eu falasse as línguas dos homens e as dos anjos, mas não tivesse amor, eu seria como um bronze que soa ou um címbalo que retine. Se eu tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de remover montanhas, mas não tivesse amor, eu nada seria. Se eu gastasse todos os meus bens no sustento dos pobres e até me entregasse como escravo, para me gloriar, mas não tivesse amor, de nada me aproveitaria”. Portanto, é exigido de todos nós que sejamos cristãos de verdade.
O cristão é uma pessoa diferente, porque tem um sorriso sincero. Sua forma de agir e reagir é autêntica: sem exageros, sem bajulações, sem falsidade, sem nenhum interesse, sem medir esforços quando vai prestar ajuda, sempre correto nas suas considerações ou avaliações. O seu ‘não’ é sempre um ‘não’ e o seu ‘sim’ é sempre um ‘sim’, pois nunca promete o que não pode cumprir, ou seja, o cristão é aquele verdadeiro amigo não apenas das horas alegres, mas também nas horas de dor e sofrimento. Ele é parecido com os nossos pais: observa nossos defeitos, nos alerta sobre eles, mas, em seguida, perdoa-nos, pois sabe como somos na realidade. O amigo não poupa esforços para nos ajudar e corrigir.
Ser de Cristo é sempre desejar para o outro o mesmo que desejamos para nós, não nos preocupando com lucros ou glórias pessoais. Ser cristão é tentar imitar Cristo, seguindo Seus ensinamentos. É estar na amizade com Ele, mas sem querer “guardá-Lo” só para si. O cristão de verdade é aquele que leva o Senhor até o irmão por meio de bons exemplos, da explicação da mensagem de Jesus, da correção fraterna e com as mãos estendidas.
É amando o próximo, como a nós mesmos, que cumpriremos o mandamento do amor de Deus.
Padre Bantu Mendonça

5 de mai de 2012


Para que haja bons sacerdotes é preciso formar bons seminaristas

Conclusões do curso sobre a formação espiritual nos seminários

ROMA, terça-feira, 22 de fevereiro de 2011 (ZENIT.org) – Como obter resultados positivos na formação espiritual dos seminaristas? Como fazer para que os candidatos ao sacerdócio tenham maior clareza vocacional? O subjetivismo e a secularização representam um desafio para as novas gerações de sacerdotes?


O evento contou com a presença do cardeal Zenon Grocholewski, prefeito da Congregação para a Educação Católica, da Santa Sé.

Reitores de seminários, diretores espirituais e outros formadores, provenientes de diversas dioceses, contextos culturais e eclesiais puderam compartilhar ideias sobre como formar melhor aqueles que serão os sacerdotes das próximas gerações.
Algumas intervenções
Dom Francesco Cavina, da secretaria de Estado do Vaticano, em sua palestra sobre as primícias eclesiais nos candidatos para o sacerdócio, referiu-se aos novos desafios que os seminários de hoje enfrentam: enquanto, antigamente, muitos sacerdotes cresciam em famílias grandes, num ambiente católico, e descobriam sua vocação muito cedo, agora pertencem a famílias pequenas, muitas vezes de pais divorciados, nas quais não necessariamente receberam uma educação católica, e que fizeram sua opção em uma idade já madura.
O prelado apresentou algumas estatísticas que mostram como, hoje, muitos dos novos seminaristas provêm de grupos de jovens paroquiais e diocesanos, movimentos eclesiais, ou jornadas mundiais da juventude.
Por sua parte, Enrique da Lama, da Faculdade de Teologia da Universidade de Navarra, abordou o tema do acompanhamento espiritual, da necessidade da amizade, da consciência como esse sacrário interior da mente e do espírito.
Ele também se referiu ao tema da solidão em que o homem de hoje vive e alertou sobre o perigo de confundir a direção espiritual com uma consulta psicológica. Esclareceu que é essencial ver o homem em sua unidade biopsicoespiritual.
Da Lama disse que a direção espiritual deve centrar-se “no valor da amizade, no respeito à soberania da própria consciência e na ação do Espírito Santo”, ao invés de limitar-se apenas a um simples acompanhamento ou aconselhamento esporádico.
Para Paul O’ Callaghan, professor de teologia dogmática na Universidade da Santa Cruz, a vida espiritual do sacerdote é forjada especialmente no seminário.
Meios para a formação
Os oradores salientaram a necessidade de recorrer a documentos como a Pastores dabo vobis, do Papa João Paulo II, e a Carta aos seminaristas, de Bento XVI.
Os participantes tiveram a oportunidade de discutir a questão da relação com os superiores ou formadores, a quem decidiram chamar de “educadores”, esclarecendo que quem forma é o Espírito Santo.
Disseram que o principal inimigo da vocação ao sacerdócio, mais que os pontos de discordância com as autoridades, é a vida dupla ou a hipocrisia.
Direção espiritual e fragilidade humana
O curso também abordou o tema da fragilidade emocional e psicológica, com duas intervenções: de Dom José María Yanguas, bispo de Cuenca (Espanha), e do psiquiatra Franco Poterzio.
Ambos se referiram à questão do desafio da imaturidade dos adolescentes e jovens (narcisistas, fracos, tristes e instáveis), que se prolonga em adultos inconstantes e dependentes. Estes são tópicos que devem ser abordados com frequência nos seminários.
A maneira de quebrar este círculo é procurar nos candidatos ao sacerdócio “a harmonia interna e externa do homem que integrou razão, vontade, sentimentos e instintos”, sem descuidar da correção, quando necessário.
O último dia do curso foi dedicado ao tema da formação da plena maturidade espiritual; os assistentes e expositores puderam concluir que alguns meios para responder a este desafio são a oração e a caridade pastoral, que ajudam a construir personalidades “estruturadas em torno do sentido oblativo da vida, praticando constantemente as virtudes, através de critérios claros e com um coração felizmente centrado em Cristo”.
(Carmen Elena Villa)

Neste mês de Maria, continuemos nossa oração pelos Sacerdotes, filhos amados da Virgem Mãe Maria:

Oração pelos Sacerdotes 

(Oração indulgenciada por S. Pio X em 03/03/1905)

Ó Jesus, Pontífice Eterno, Divino Sacrificador, Vós que, no Vosso incomparável amor, deixastes sair do Vosso Sagrado Coração o sacerdócio cristão, dignai-Vos derramar, nos Vossos sacerdotes, as ondas vivificantes do Amor infinito.
Vivei neles, transformai-os em Vós, tornai-os, pela Vossa graça, instrumentos de Vossas Misericórdias.
Atuai neles e por eles, e fazei que, revestidos inteiramente de Vós pela fiel imitação de Vossas adoráveis virtudes, operem, em Vosso nome e pela força de Vosso espírito, as obras que Vós mesmo realizastes para a salvação do mundo.
Divino Redentor das almas, vede como é grande a multidão dos que dormem ainda nas trevas do erro; contai o número dessas ovelhas infiéis que ladeiam os precipícios; considerai a multidão dos pobres, dos famintos, dos ignorantes e dos fracos que gemem ao abandono.
Voltai para nós por intermédio dos Vossos sacerdotes. Revivei neles; atuai por eles, e passai de novo através do mundo, ensinando, perdoando, consolando, sacrificando, e reatando os laços sagrados do amor entre o Coração de Deus e o coração humano.
Amém.
(Do livro «O Sagrado Coração e o Sacerdócio», de Madre Luísa Margarida Claret de La Touche).

3 de mai de 2012


Quinta-feira, 03 de maio de 2012, 11h31 | Atualizada, 11h44

Exorcista padre Rufus Pereira morre na Inglaterra

Kelen Galvan
Da Redação


Canção Nova
Padre Rufus Pereira durante Acampamento de Oração na sede da Comunidade Cançao Nova
O sacerdote indiano Padre Rufus Pereira faleceu na madrugada dessa quarta-feira, 2, de parada cardíaca durante o sono. A informação foi divulgada nesta quinta-feira por sua secretária pessoal, Érika Gibello.

O padre estava em sua residência em Londres, na Inglaterra, durante esta semana e aparentava estar bem, segundo divulgou a Irmã Kelly Patrícia, do Instituto Hesed, em suas redes sociais. A religiosa esteve com ele no último sábado, 28, e disse que ele "estava radiante, muito feliz".  

O corpo de padre Rufus permanecerá na Inglaterra até que terminem os preparativos para levá-lo à Índia, onde será sepultado. A data ainda não foi divulgada.

Padre Rufus completaria 79 anos, neste domingo, 6, e era conhecido no mundo todo por seu ministério de exorcismo. Ele foi vice-presidente da Associação Internacional dos Exorcistas e iniciou a Associação Internacional para o ministério de libertação.

Ele esteve na sede da Comunidade Canção Nova sete vezes, conduzindo encontros de cura e libertação. "Padre Rufus era um santo, um homem incansável, pregador do Evangelho, apaixonado por Jesus Cristo e por sua missão", lembra Vinícius Adamo, tradutor do sacerdote no Brasil.  

Biografia

Padre Rufus foi sacerdote na Arquidiocese de Bombaim, Índia. Estudou Filosofia, Teologia e Sagrada Escritura em Roma, onde foi também ordenado em 1956. Era doutor em Teologia Bíblica.

Durante vários anos serviu como diretor de quatro escolas secundárias em Mumbai. Além de pregador de retiros, conferencista e professor de Bíblia, ele também era editor da Revista Nacional Carismática da India “Charisindia”. Foi professor de Sagrada Escritura em cursos de pós-graduação em vários Institutos Teológicos Pontifícios.

O sacerdote era também presidente da Associação Internacional para o Ministério de Libertação e vice-presidente da Associação Internacional de Exorcistas. Publicou numerosos artigos bíblicos e teológicos, especialmente, sobre evangelização e cura.

Conheceu a Renovação Carismática Católica (RCC), em 1972, logo quando esse movimento eclesial teve início na Índia. Foi designado pelo Arcebispo Cardeal Gracias para se dedicar exclusivamente a esse movimento. Desde então atuava pregando em encontros, retiros e missões por todo o seu país e também pela Ásia, África, Europa e em alguns lugares na América Latina, como o Brasil, onde esteve várias vezes, inclusive na Comunidade Canção Nova.

Padre Rufus também foi diretor do Instituto Bíblico Carismático Católico. E recentemente foi integrado aoInternational Catholic Charismatic Renewal Services (ICCRS), em Roma, como o responsável mundial pelo ministério de cura e libertação.

2 de mai de 2012

Caros amigos do nosso Blog da Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Fortaleza, estamos esperando mais testemunhos vocacionais para podermos partilhar com mais gente o dom maravilhoso do chamado de Deus. Se você é seminarista, religioso, religiosa, padre, bispo, leigo(a) consagrado(a), envie para nós seu testemunho, nos seguintes endereços: adriziosan@hotmail.com ou perafhael@hotmail.com.

Estamos aguardando!!!!!  


Santo Padre recomenda oração do Rosário a fiéis


Da Redação, com Rádio Vaticano


Arquivo Reuters
Papa abençoa fiéis após oração do Ângelus
"O Rosário é oração bíblica, toda tecida de Sagrada Escritura. É oração do coração, em que a repetição da Ave Maria orienta o pensamento e o afeto para Cristo, tornando-se súplica confiante na sua e nossa Mãe", explicou o Papa Bento XVI na mensagem antes da oração do Ângelus, no Vaticano.

O Santo Padre recordou que Outubro é chamado “o mês do Rosário”, e que somos convidados a deixar-nos “guiar por Maria nesta oração antiga e sempre nova”, que “nos conduz diretamente a Jesus, contemplado os seus mistérios de salvação”.

O Papa destacou também a presença dos Líderes das Igrejas Orientais, em Roma, para participarem na assembleia sinodal. "Uma realidade diferente, onde a única Igreja de Cristo se exprime em toda a riqueza das suas antigas tradições", destacou.

“Nestes países, infelizmente marcados por profundas divisões e dilacerados por conflitos que duram há muito tempo, a Igreja é chamada a ser sinal e instrumento de unidade e de reconciliação, segundo o modelo da primeira comunidade de Jerusalém, na qual a multidão dos que se tinham tornado crentes tinha um só coração e uma só alma”, disse Bento XVI.

E concluiu confiando à intercessão de Maria o Sínodo para o Oriente Médio. Dentre as saudações em diversos idiomas, não faltou uma em português:

“A minha saudação estende-se a todos os peregrinos de língua portuguesa, em particular aos fiéis cristãos da cidade de Jundiaí, no Brasil, invocando abundantes graças divinas sobre os seus passos para construírem a vida sobre aquela rocha firme que é Cristo vivo na sua Igreja. Deus a todos guarde e abençoe!”

Neste mês dedicado à Virgem Maria, rezemos juntos com o Papa Bento XVI pelos sacerdotes. Segue aqui uma belíssima oração de consagração dos sacerdotes à Nossa Senhora, que Bento XVI rezou em Fátima, quando de sua visita à Portugal.

ATO DE CONFIANÇA E CONSAGRAÇÃO
DOS SACERDOTES AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

Mãe Imaculada,
neste lugar de graça,
convocados pelo amor do vosso Filho Jesus,
Sumo e Eterno Sacerdote, nós,
filhos no Filho e seus sacerdotes,
consagramo-nos ao vosso Coração materno,
para cumprirmos fielmente a Vontade do Pai.

Estamos cientes de que, sem Jesus,
nada de bom podemos fazer (cf. Jo 15, 5)
e de que, só por Ele, com Ele e n’Ele,
seremos para o mundo
instrumentos de salvação.

Esposa do Espírito Santo,
alcançai-nos o dom inestimável
da transformação em Cristo.
Com a mesma força do Espírito que,
estendendo sobre Vós a sua sombra,
Vos tornou Mãe do Salvador,
ajudai-nos para que Cristo, vosso Filho,
nasça em nós também.

E assim possa a Igreja
ser renovada por santos sacerdotes,
transfigurados pela graça d'Aquele
que faz novas todas as coisas.

Mãe de Misericórdia,
foi o vosso Filho Jesus que nos chamou
para nos tornarmos como Ele:
luz do mundo e sal da terra
(cf. Mt 5, 13-14).

Ajudai-nos,
com a vossa poderosa intercessão,
a não esmorecer nesta sublime vocação,
nem ceder aos nossos egoísmos,
às lisonjas do mundo
e às sugestões do Maligno.

Preservai-nos com a vossa pureza,
resguardai-nos com a vossa humildade
e envolvei-nos com o vosso amor materno,
que se reflecte em tantas almas
que Vos são consagradas
e se tornaram para nós
verdadeiras mães espirituais.

Mãe da Igreja,
nós, sacerdotes,
queremos ser pastores
que não se apascentam a si mesmos,
mas se oferecem a Deus pelos irmãos,
nisto mesmo encontrando a sua felicidade.
Queremos,
não só por palavras mas com a própria vida,
repetir humildemente, dia após dia,
o nosso « eis-me aqui».

Guiados por Vós,
queremos ser Apóstolos
da Misericórdia Divina,
felizes por celebrar cada dia
o Santo Sacrifício do Altar
e oferecer a quantos no-lo peçam
o sacramento da Reconciliação.
Advogada e Medianeira da graça,
Vós que estais totalmente imersa
na única mediação universal de Cristo,
solicitai a Deus, para nós,
um coração completamente renovado,
que ame a Deus com todas as suas forças
e sirva a humanidade como o fizestes Vós.

Repeti ao Senhor aquela
vossa palavra eficaz:
« não têm vinho » (Jo 2, 3),
para que o Pai e o Filho derramem sobre nós,
como que numa nova efusão,
o Espírito Santo.

Cheio de enlevo e gratidão
pela vossa contínua presença no meio de nós,
em nome de todos os sacerdotes quero,
também eu, exclamar:
« Donde me é dado que venha ter comigo
a Mãe do meu Senhor?» (Lc 1, 43).

Mãe nossa desde sempre,
não Vos canseis de nos visitar,
consolar, amparar.
Vinde em nosso socorro
e livrai-nos de todo o perigo
que grava sobre nós.
Com este acto de entrega e consagração,
queremos acolher-Vos de modo
mais profundo e radical,
para sempre e totalmente,
na nossa vida humana e sacerdotal.

Que a vossa presença faça reflorescer o deserto
das nossas solidões e brilhar o sol
sobre as nossas trevas,
faça voltar a calma depois da tempestade,
para que todo o homem veja a salvação
do Senhor,
que tem o nome e o rosto de Jesus,
reflectida nos nossos corações,
para sempre unidos ao vosso!

Assim seja!

Bento XVI

Fique ligado - Jubileu 16