Site da Arquidiocese de Fortaleza

Acesse o site de nossa arquidiocese e fique bem informado.

Palavra do Pastor

Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

31 de out de 2013

INTENÇÕES DO PAPA FRANCISCO PARA O MÊS DE NOVEMBRO



Nas intenções de oração para o mês de novembro, o Papa Francisco reza pelos sacerdotes em dificuldades e pela missão continental na América Latina: 

- Intenção Geral: "para que os sacerdotes em dificuldades encontrem conforto no seu sofrimento, sustento nas suas dúvidas e confirmação na sua fidelidade"

- Intenção Missionária: "para que a Missão Continental tenha como fruto o envio de missionários da América Latina para outras Igrejas"

Todos os meses, o Pontífice confia seus pedidos ao Apostolado da Oração, uma iniciativa que é seguida por milhões de pessoas em todo mundo.

28 de out de 2013

FESTIVAL UM NOVO CAMINHO



A Comunidade Católica Missionária Um Novo Caminho realiza pela primeira vez o Festival Um Novo Caminho. O Evento, além de ter um caráter de Evangelização, também terá toda a sua renda destinada à compra da Casa da Comunidade.

Veja as informações, DIVULGUE e COMPAREÇA!!!!!! 

Festival Um Novo Caminho

Dia 29/10, a partir das 19h,

no Siará Hall, em Fortaleza. 


Participação especial (Pregador): Professor Felipe Aquino

Atrações musicais: Missionário Shalom, Paulo José e Waldonys.

Momento de Adoração ao Santíssimo Sacramento



Informações gerais: contato@umnovocaminho.com. 

27 de out de 2013


              Papa Francisco: Bento XVI fez Teologia "de joelhos", seus livros despertam a fé



Cidade do Vaticano (RV) - Os livros sobre Jesus escritos por Bento XVI permitiram descobrir ou reforçar a fé em muitas pessoas e abriu uma nova estação de estudos sobre o Evangelho. Foi a consideração central expressa este sábado pelo Papa Francisco, que condecorou dois teólogos – um inglês e um alemão – com o "Prêmio Ratzinger". Promovido pela Fundação Vaticana "Joseph Ratzinger-Bento XVI", o Prêmio este ano chega à sua terceira edição.


Não há dúvida que fizeram bem a muitos, quer estudiosos ou pessoas simples, próximos ou distantes de Cristo. Esse é o resultado dos três livros sobre Jesus de Nazaré, escritos por Bento XVI entre 2007 e 2012, e em geral o bem feito por sua sabedoria teológica, antes fruto de oração que de empenho intelectual.


Francisco reconheceu isso e o celebrou publicamente no dia e no contexto mais apropriados, junto a dois teólogos – o inglês Richard Burridge e o alemão Christian Schaller – que receberam das mãos do Pontífice o Prêmio dedicado ao Papa emérito.


A entrega do chamado "Nobel da Teologia – como desde a sua instituição, em 2010, é considerado o Prêmio Ratzinger –, ofereceu ao Santo Padre a ocasião para uma reflexão pessoal sobre o valor da trilogia escrita por Bento XVI-Joseph Ratzinger.


Recordando a admiração de alguns diante de textos que não eram exatamente do magistério ordinário, o Papa Francisco observou:


"Certamente o Papa Bento se interrogou sobre a questão, mas também nesse caso, como sempre, ele seguiu a voz do Senhor em sua consciência iluminada. Com esses livros ele não fez um magistério em sentido próprio, e não fez um estudo acadêmico. Ofereceu à Igreja e a todos os homens o que tinha de mais precioso: seu conhecimento acerca de Jesus, fruto de anos e anos de estudo, de aprofundamento teológico e de oração – porque Bento XVI fazia teologia de joelhos, e todos sabemos disso –, e colocou esse conhecimento à disposição na forma mais acessível."


"Todos nós temos uma certa percepção, por ter ouvido muitas pessoas que graças aos livros sobre Jesus de Nazaré alimentaram a sua fé, a aprofundaram, ou até mesmo pela primeira vez se aproximaram de Jesus de modo adulto, conjugando as exigências da razão com as da busca do rosto de Deus.
Francisco parabenizou os vencedores do Prêmio Ratzinger 2013, e o fez também em nome de Bento XVI – com o qual disse ter-se encontrado "quatro dias atrás" –, despedindo-se deles com as seguintes palavras: "O Senhor abençoe sempre vocês e seu trabalho a serviço de Seu Reino". (RL)

25 de out de 2013

Padre brasileiro é nomeado responsável pelo Setor Jovem do Vaticano

O Pe. João Wilkes Rebouças Chagas Júnior - da Com. Católica Shalom e Arquidiocese de Fortaleza

Da Redação, Comunidade Shalom

Comunidade Shalom
Padre João Wilkes, durante encontro com o Papa Francisco
O Pontifício Conselho para os Leigos (PCL) divulgou nesta sexta-feira, 25, o nome do novo responsável pelo Setor Jovem da Instituição: padre João Wilkes Rebouças Chagas Júnior, missionário da Comunidade Católica Shalom.

A função, exercida até então pelo Padre Enric Jaquinet, da Comunidade Emanuel, é coordenada pelo dicastério que assiste o Papa Francisco nas questões relacionadas à contribuição dos fiéis leigos na missão da Igreja, individualmente ou através de organizações. Dentre as atividades do setor, está a organização das Jornadas Mundiais da Juventude, criadas sob a inspiração do Papa João Paulo II.

“Consciente de meus limites, mas desejoso de doar-me inteiramente ao Senhor neste serviço, hoje desejo garantir-vos a minha disponibilidade em vos escutar e caminhar junto a vós na edificação do Reino de Deus”, afirma padre João, em carta aos responsáveis pela pastoral da juventude das Conferências Episcopais e das Associações, Movimentos, e Novas Comunidades internacionais.

A nomeação foi efetivada no último dia 22, data em que a Igreja celebra a memória do beato João Paulo II. Para o Fundador da Comunidade Shalom,  Moiséis Azevedo, a nomeação ganhou importante significado ao ser concretizada neste dia. “A Comunidade nasceu aos pés do beato, no desejo de ofertar nossa vida e juventude para evangelizar os jovens, em especial os mais distantes de Cristo e da Igreja”, afirmou.

Ainda segundo Moiséis, a nomeação também significa “alegria, responsabilidade, sinal e fruto”. “O serviço do Padre João como responsável pelo Setor de Juventude do PCL é também um fruto da JMJ no Brasil. Creio que a sua nomeação também reflete o que a Igreja espera dos jovens do Brasil e de toda a América Latina com relação à grande responsabilidade de colaborar com a evangelização dos jovens do mundo inteiro. Por muito tempo recebemos missionários de outras terras que nos comunicaram o grande tesouro da Fé, agora devemos ‘dar de graça o que de graça recebemos”, concluiu.

Padre João Wilkes  fez  especialização em Teologia Espiritual na Pontifícia Faculdade Theresianum de Roma. Ingressou na Comunidade Católica Shalom aos 16 anos e foi ordenado sacerdote aos 27 anos, na Arquidiocese de Fortaleza. Desde 2011, colaborava em Roma com a coordenação da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro.

7 de out de 2013


PARTICIPEM!!! 
SERÁ EM BENEFÍCIO DA COMPRA DA CASA DA 
COMUNIDADE UM NOVO CAMINHO

Deus, em sua infinita misericórdia, decide sonhar seus projetos no coração do homem. Mas esses sonhos são de enorme grandeza que nosso pequeno coração não consegue sonhar sozinho. Então Ele arde sua vontade em vários corações pra que se torne real o Seu desejo. E a comunidade Um Novo Caminho sonhou junto com essa humilde estrela a produção e o lançamento do seu CD. E chegou a hora de vermos esse sonho se concretizar. Convidamos todos vocês a desfrutar conosco da enorme emoção de ver as maravilhas de Deus. Esse show vai ser verdadeiramente uma grande manifestação divina. 

1 de out de 2013

A santa de hoje nasceu em Alençon (França) em 1873 e morreu no ano de 1897. Santa Teresinha não só descobriu que no coração da Igreja sua vocação era o amor, como também sabia que o seu coração – e o de todos nós – foi feito para amar. Nascida de família modesta e temente a Deus, seus pais (Luís e Zélia) tiveram oito filhos antes da caçula Teresa: quatro morreram com pouca idade, restando em vida as quatro irmãs da santa (Maria, Paulina, Leônia e Celina). Teresinha entrou com 15 anos no Mosteiro das Carmelitas em Lisieux, com a autorização do Papa Leão XIII. Sua vida se passou na humildade, simplicidade e confiança plena em Deus.
Todos os gestos e sacrifícios, do menor ao maior, oferecia a Deus pela salvação das almas e na intenção da Igreja. Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face esteve como criança para o Pai, livre, igual a um brinquedo aos cuidados do Menino Jesus e, tomada pelo Espírito de amor, que a ensinou um lindo e possível caminho de santidade: infância espiritual.
O mais profundo desejo do coração de Teresinha era ter sido missionária “desde a criação do mundo até a consumação dos séculos”. Sua vida nos deixou como proposta, selada na autobiografia “História de uma alma” e, como intercessora dos missionários sacerdotes e pecadores que não conheciam a Jesus, continua ainda hoje, vivendo o Céu, fazendo o bem aos da terra.
Morreu de tuberculose, com apenas 24 anos, no dia 30 de outubro de 1897 dizendo suas últimas palavras: “Oh!…amo-O. Deus meu,…amo-Vos!”
Após sua morte, aconteceu a publicação de seus escritos. A chuva de rosas, de milagres e de graças de todo o gênero. A beatificação em 1923, a canonização em 1925 e declarada “Patrona Universal das Missões Católicas” em 1927, atos do Papa Pio XI. E a 19 de outubro de 1997, o Papa João Paulo II proclamou Santa Teresa do Menino Jesus e da Sagrada Face doutora da Igreja.
Santa Teresinha do Menino Jesus, rogai por nós!

Fique ligado - Jubileu 16