Site da Arquidiocese de Fortaleza

Acesse o site de nossa arquidiocese e fique bem informado.

Palavra do Pastor

Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

29 de mai de 2015

Feijoada Beneficente arrecada fundos para reforma de Seminário


O Seminário Propedêutico realiza neste domingo, 31 de maio, sua tradicional Feijoada Beneficente, um evento de arrecadação para as obras de reforma do prédio da instituição e manutenção dos 24 seminaristas que residem no local. As atividades começam a partir das 10h na Quadra da Igreja Matriz do Henrique Jorge.
A animação da Feijoada Beneficente fica por conta de Pe. Ivan e Ministério de Música do Santuário Nossa senhora de Fátima. Além de levantar fundos, o evento promove a integração através da sadia convivência e boa música.
O Seminário Propedêutico é mantido pela Arquidiocese de Fortaleza e doações de fiéis que colaboram espontaneamente com a obra. “Temos um custo mensal elevado que cresceu ainda mais por conta das necessárias reformas na estrutura do prédio pelas quais precisamos passar”, explica o padre reitor Rafhael Maciel.
Os ingressos podem ser adquiridos através do telefone 3290.1045

SERVIÇO
Feijoada Beneficente
Data: 31 de maio de 2015
Horário: a partir das 10h
Local: Quadra da Matriz da Igreja Matriz do Henrique Jorge (Rua Professor Miramar da Ponte, 305, Henrique Jorge)
Valor: R$ 10,00 (Dez Reais)
Mais informações: 3290.1045

25 de mai de 2015

Aluno do Propedêutico apresenta comunicação sobre “mística no orfismo”



Nas trinta horas de programação do X Simpósio de Filosofia realizado pela Faculdade Católica de Fortaleza –FCF, destaque para o espaço reservado para as comunicações dos alunos de graduação, mestrado e doutorado.

Ao todo foram apresentadas mais de 15 comunicações. Joaquim Fernando Pontes III, aluno do Propedêutico da Arquidiocese de Fortaleza, apresentou sua pesquisa, “o princípio da mística no mistério órfico”.

Fernando é formado em filosofia e pós-graduado em filosofia da religião. “O incentivo à pesquisa e a erudição do público discente”, marcam a importância de um evento no porte do simpósio, na opinião do aluno.

“O orfismo introduz um novo sistema de crenças no mundo grego e tornou-se uma experiência que influenciou inclusive religiões monoteístas como o judaísmo e o cristianismo”, explicou o pesquisador.


Vanderlúcio, seminarista da Arquidiocese de Fortaleza



Seminário Propedêutico realizou pela primeira vez a celebração da Vigília de Pentecostes

O Seminário Propedêutico celebrou junto a toda a Igreja a Solene Vigília de Pentecostes do sábado para o domingo. Após a celebração eucarística da Vigília, o grupo de 24 seminaristas se reversou na adoração ao Santíssimo Sacramento que ficou exposto até a manhã do domingo. A programação finalizou com a missa de Pentecostes.


Pe. Rafhael Maciel, Reitor do Propedêutico presidiu a celebração da vigília. “O homem do campo para fertilizar o solo, algumas vezes precisa utilizar a alavanca, instrumento que penetra o solo retirando de baixo da terra o que pode ter esperança de vida. O Espírito Santo é alavanca de Deus”, comparou o padre indicando que devemos estar abertos à sua ação.

Na missa de Pentecostes, o vice-reitor, Vicente Oliveira, usou a metáfora da “colcha de retalhos” para falar da unidade na diversidade que o Espírito Santo fecunda na Igreja. “Trata-se da união de pedaços de panos que formam um todo, costurado pela linha. Esta linha é o Espírito Santo. Reparemos que, quando se quer dividir essa colcha, a primeira parte a ser desfeita é a costura. Assim o diabo busca dividir a unidade na Igreja justamente investindo contra esta linha”, exortou o sacerdote.


Em mensagem direcionada especificamente aos seminaristas, Pe. Rafhael usou um trecho do Pequeno Manual da Santidade dos Seminaristas, da Beata Elena Guerra, conhecida como a Apóstola do Espírito Santo. “O piedoso Seminarista, portanto, deve considerar o seu Seminário como lugar santo, como um novo cenáculo, onde somente possuem o direito de conviver aqueles que, eleitos entre mil, foram chamados por Deus ao sacerdócio, e possuem a firme vontade de corresponder à graça da vocação. Porém, tenha cuidado o Seminarista de não espalhar pecados em um lugar tão santo, isto faria aumentar sua culpa”, diz o trecho do texto.

Foram expostas na Capela relíquias de primeiro grau da Beata Elena Guerra e de Santa Myrian de Jesus Crucificado, recentemente canonizada pelo Papa Francisco. Santa Myrian ficou conhecida como “a carismática” e  teve as virtudes da obediência e humildade evidenciadas em seu processo de santificação. 



Por Pastoral Vocacional de Fortaleza




17 de mai de 2015

Congresso Estadual - Renovação Carismática Católica do Ceará

A família carismática está em festa, são 40 anos da Renovação Carismática do Ceará. De 03 a 05 de Julho acontecerá o Congresso Estadual no Ginásio Paulo Sarasate em Fortaleza. Estarão conosco Kátia R. Zavaris, Presidente RCC Brasil; Dom José Antonio, Arcebispo Metropolitano de Fortaleza e outras participações especiais,  

Teremos: Noite Carismática com Bruno Camurati e Irmã Kelly Patricia. 

Informações e inscrições: (85) 8699 1793
http://rccceara.org/


12 de mai de 2015

13 de maio] Arcebispo de Fortaleza preside missa de dedicação da Igreja da Prainha‏



Arcebispo de Fortaleza preside missa de dedicação da Igreja da Prainha

Celebração também marca o aniversário natalício de Dom José Antonio  e recorda a aparição da Virgem Maria aos três pastorinhos.

O arcebispo metropolitano de Fortaleza, dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, preside missa de dedicação do novo altar da Igreja Nossa Senhora da Conceição da Prainha, às 10h, nesta quarta-feira, 13 de maio, dia de Nossa Senhora de Fátima. A celebração também marca o aniversário natalício do arcebispo.  A Igreja da Prainha como é conhecida, recebeu a primeira missa em 1841 e recentemente passou por reforma.

Após a edificação da Igreja no século XIX foram construídos os prédios que abrigaram o Seminário da Prainha, atualmente sede da Faculdade Católica de Fortaleza, instituição com tradição na formação do clero  e personalidades de Fortaleza desde 1864. O conjunto arquitetônico de interesse artístico e cultural no estado, tombado em 2006,  situa-se na confluência das avenidas D. Manuel e Monsenhor Tabosa, junto à Praça do Cristo Redentor, próximo ao Centro da Cidade, no antigo bairro Outeiro da Prainha.


Mais sobre dom José Antonio 

Dom José Antonio nasceu em Jaú, diocese de São Carlos, SP, no dia 13 de maio de 1948. É o filho mais velho, dentre cinco filhos e uma filha, de Antonio Marques de Toledo e de Arminda Tosi Marques, ambos já falecidos. Em 1953, a família se transferiu para Barra Bonita, SP.  No dia 13 de janeiro de 1999, o então Papa João Paulo II o nomeou arcebispo de Fortaleza.



SERVIÇO
Celebração de dedicação do novo altar da Igreja da Prainha (aniversário de dom. José Antonio ) 
Onde: Igreja da Prainha – Av. Monsenhor Tabosa, S/N - Praia de Iracema, Fortaleza - CE. 
Quando: 13 de maio às 10h. Celebração aberta aos fiéis em geral. 

5 de mai de 2015

"Somos vocacionados à santidade", ensina Promotor Vocacional‏

Falar em  vocação é pensar para além do chamado aos estados de vida do sacerdócio, celibato e matrimônio. É preciso compreender que o primeiro chamado feito por Deus a cada um é a vida. Pelo batismo todos recebem o imperativo divino para a santidade. "A igreja alarga seu entendimento sobre vocação. Somos todos chamados a santidade, da criança que foi batizada hoje ao que morreu no lugar mais distante da terra", explica Pe. Rafhael Maciel, Promotor Vocacional da Arquidiocese de Fortaleza e Reitor do Seminário Propedêutico. 






















Algo precisa ficar claro: "vocação não é profissão. Ser padre não é profissão assim como ser casado, ser religioso  não o é". Os estados de vida são caminhos missionários que Deus escolheu para as pessoas chegarem ao céu.

Desafios desse tempo

Um desafio percebido neste  tempo de acordo com o reitor, que pode atrapalhar a caminhada vocacional,  é a falta de perseverança.   "Os estados de vida exigem compromisso. É preciso perseverar apesar dos problemas", ensina o Pe. Rafhael.











"Renunciar" é uma exigência que também requer o chamado cristão à santidade. "Somos chamados ao desapego, a deixar tudo, a todas as formas de dependência. O verbo renunciar não é muito conjugado nos dias atuais, pois se associar à perda. No evangelho renunciar é 'perder para ganhar'. Renunciar indica que precisamos fazer escolhas para na nossa vida", diz o reitor. 
"Deus nunca nos chama para a infelicidade. Entendendo que nossa felicidade não é sinal de realização apenas. A felicidade do padre é ver o rebanho crescer. Do casal é ver o outro feliz, da religiosa é testemunhar o cumprimento da missão", finaliza o padre. 

Fique ligado - Jubileu 16