Site da Arquidiocese de Fortaleza

Acesse o site de nossa arquidiocese e fique bem informado.

Palavra do Pastor

Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo Metropolitano de Fortaleza

28 de jul de 2011

Alma missionária

No final de Julho, mês de férias, Pe. Rafhael (coord. da Pastoral Vocacional), esteve celebrando Missas acompanhado de alguns seminaristas da Arquidiocese de Fortaleza, aproveitando as situações para animar as vocações e divulgar a II Jornada Vocacional, que acontecerá no dia 27/08.

No dia 21/07, Missa de aniversário da Com. Católica Missionária “Um Novo Caminho”.

Veja as fotos

No dia 24/07, Festa dos padroeiros Sant’Ana e São Joaquim (Eusébio).

Veja as fotos

No dia 26/07, comemoração dos 5 anos do Terço dos Homens em Guaiúba.

Veja as fotos

21 de jul de 2011

Conheça um pouco mais uma das atrações da II Jornada Vocacional da
Arquidiocese de Fortaleza.


SUELY FAÇANHA

Iniciou seu ministério em 1985, fazendo a animação do seu grupo de oração e nas missas de sua Paróquia em Fortaleza. Com o seu ingresso na Comunidade de Vida Shalom, a música tomou uma dimensão missionária.

Suely sempre entendeu que seu ministério era um transbordamento de sua experiência com o Ressuscitado que passou pela cruz. É do coração do seu Senhor que ela recebeu o envio e a unção para evangelizar.

Em 1990, participou de sua primeira gravação profissional. A partir do seu ingresso na Comunidade Shalom, Suely fez diversas participações em discos da própria comunidade e de outros cantores católicos.

Seu ministério solo teve início em fevereiro de 1997, com o lançamento do seu primeiro CD “Seu nome é amor”. Em 2000, gravou “Se Quiseres”, “De Coração a coração”, em 2002, “Em tuas mãos” e “Nelle tue mani”, em 2004. Em 2006, Suely lançou “Com poesia”.

O CD também traz uma faixa interativa contendo além de seu release, fotos e informações sobre seu ministério.

Nos últimos 15 anos Suely tem viajado pelo Brasil levando ao Evangelho da Paz através da música. Ela esteve presente também em eventos católicos na Itália, Alemanha e em Portugal.

Fonte: Secretaria de Artes – Comunidade Católica Shalom

20 de jul de 2011

Missão Jovem - Santa Cecília (Bom Jardim)


No dia 19 de julho, visitando a Missão Jovem na Paróquia Santa Cecília – Grande Bom Jardim, pe. Rafhael celebrou a Missa na capela da comunidade Éfata (São Bento), concelebrando com ele pe. Watson, pároco de Sta. Cecília.

Estiveram presentes alguns seminaristas do Seminário Propedêutico (Apolinário, Adrízio, Rafael e Greison). Pe. Rafhael aproveitou a ocasião para divulgar a II Jornada Vocacional, no dia 27 de agosto, e pedir oração pelas vocações.

Veja as fotos

17 de jul de 2011

“A fidelidade ao chamado do Senhor”

Comemoramos com muita alegria de toda a Igreja os 60 anos de Ordenação Sacerdotal do Santo Padre o Papa Bento XVI. Como ele mesmo se expressou:“O dia mais feliz de minha vida.” O dia de sua Ordenação Sacerdotal – 29 de junho de 1951.

Sessenta anos depois assim se exprime o sacerdote provado pelos anos e ainda agora em plena missão petrina na condução da Igreja de Cristo: “Amados irmãos e irmãs! «Non iam servos, sed amicos» – «Já não vos chamo servos, mas amigos» (cf. Jo 15, 15). Passados sessenta anos da minha Ordenação Sacerdotal, sinto ainda ressoar no meu íntimo estas palavras de Jesus, que o nosso grande Arcebispo, o Cardeal Faulhaber, com voz um pouco débil já, mas firme, nos dirigiu, a nós novos sacerdotes, no final da cerimônia da Ordenação. Segundo o ordenamento litúrgico daquele tempo, esta proclamação significava então a explícita concessão aos novos sacerdotes do mandato de perdoar os pecados. «Já não sois servos, mas amigos»: eu sabia e sentia que esta não era, naquele momento, apenas uma frase «de cerimônia»; e que era mais do que uma mera citação da Sagrada Escritura. Estava certo disto: neste momento, Ele mesmo, o Senhor, o diz a mim de modo muito pessoal. No Batismo e na Confirmação, Ele já nos atraíra a Si, acolhera-nos na família de Deus. Mas o que estava a acontecer naquele momento, ainda era algo mais. Ele chama-me amigo…” (Solenidade dos santos Pedro e Paulo na Basílica Vaticana, 29 de Junho de 2011).

Esta amizade de Cristo o faz sacerdote há 60 anos. Fidelidade do Senhor. A resposta humana daquele que foi chamado tornou possível a continuidade desta graça e seus frutos. A fidelidade ao chamado do Senhor.

É este um testemunho admirável não apenas da fidelidade e perseverança de um homem totalmente doado a Deus e à missão pelos irmãos. É este um testemunho eloqüente da própria presença de Deus com Sua Graça. A vida do homem, sacerdote e papa Bento XVI diz com clareza: Deus existe. “Deus Caritas est” – Deus é Caridade. Justamente neste momento da história humana em que tanto se necessita do encontro com Deus, com seu magistério e mais ainda com o testemunho da obra de Deus em sua vida, o Papa proclama a presença amorosa de Deus no seio da humanidade.

Deus não deixa de ser fiel ao se apresentar aos homens, pela sua presença amorosa, gratuita, fiel. É preciso saber ver, saber ouvir, entender e acolher com o coração.

Em sua homilia na comemoração dos Apóstolos Pedro e Paulo e dos 60 anos de seu ministério sacerdotal, o Santo Padre compreende: “Esta palavra de Jesus sobre a amizade situa-se no contexto do discurso sobre a videira. O Senhor relaciona a imagem da videira com uma tarefa dada aos discípulos: «Eu vos destinei, para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça» (Jo 15, 16). A primeira tarefa dada aos discípulos, aos amigos, é pôr-se a caminho – destinei, para que vades –, sair de si mesmos e ir ao encontro dos outros. A par desta, podemos ouvir também a frase que o Ressuscitado dirige aos seus e que aparece na conclusão do Evangelho de Mateus: «Ide fazer discípulos de todas as nações…» (cf. Mt 28, 19). O Senhor exorta-nos a superar as fronteiras do ambiente onde vivemos e levar ao mundo dos outros o Evangelho, para que permeie tudo e, assim, o mundo se abra ao Reino de Deus. Isto pode trazer-nos à memória que o próprio Deus saiu de Si, abandonou a sua glória, para vir à nossa procura e trazer-nos a sua luz e o seu amor. Queremos seguir Deus que Se põe a caminho, vencendo a preguiça de permanecer cômodos em nós mesmos, para que Ele mesmo possa entrar no mundo.”

Assim ele mesmo se vê, já com mais de oitenta anos de idade, no ministério da amizade do Senhor, dando todas as suas forças para responder com fidelidade ao chamado recebido. E tudo por quê?

“Sessenta anos de ministério sacerdotal!… Mas, nesta hora, senti-me impelido a olhar para aquilo que caracterizou estes decênios. Senti-me impelido a dizer-vos – a todos os presbíteros e Bispos, mas também aos fiéis da Igreja – uma palavra de esperança e encorajamento; uma palavra, amadurecida na experiência, sobre o fato que o Senhor é bom. Mas esta é, sobretudo, uma hora de gratidão: gratidão ao Senhor pela amizade que me concedeu e que deseja conceder a todos nós. Gratidão às pessoas que me formaram e acompanharam. E, subjacente a tudo isto, a oração para que um dia o Senhor na sua bondade nos acolha e faça contemplar a sua glória. Amém.”

Esta fidelidade clama por fidelidade. Todos amados chamados a amar na fidelidade ao chamado do Senhor!

+ José Antonio Ap. Tosi Marques
Arcebispo Metropolitano

Fonte: Arquidiocese de Fortaleza

Foi encerrada ontem, dia 17 de julho de 2011, a II Semana Missionária dos Seminaristas da Arquidiocese de Fortaleza. Este ano a semana de estágio missionário pastoral aconteceu na paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, em Chorozinho, Região Episcopal Praia São Pedro e São Paulo.

A missa de encerramento foi presidida por Dom José Luiz, Bispo Auxiliar de Fortaleza e concelebrada pelos padres: Bruno, Francileudo, Rafhael, Ailton e Júlio César, contou com a participação do diác. Francinaldo, dos seminaristas e de grande número de fieis provenientes das comunidades visitadas da Paróquia.

No dia 10 de julho Dom José Antonio, Arcebispo de Fortaleza, abriu a semana missionária e fez o envio dos missionários. Durante esta semana ocorreram visitas às famílias, por parte dos seminaristas e missionários; os padres presentes realizaram visitas aos enfermos, atendimentos de confissão e a Celebração da Eucaristia nas diversas comunidades.

O pároco da paróquia, pe. Bruno, juntamente com o diác. Francinaldo, acolheram com largueza de coração a todos os missionários. Certamente para as famílias visitadas e para os seminaristas foi um tempo especial da visita da graça de Deus.

Veja as fotos.

14 de jul de 2011


No dia 10 de julho pe. Rafhael celebrou com os jovens do Grupo Missão da Paróquia Nossa Senhora da Glória – Cidade dos Funcionários. Os jovens desse grupo estavam em retiro desde o dia 07 de julho.

Na reflexão feita com ajuda dos jovens falou-se da abertura de coração que cada pessoa deve ter para com a Palavra de Deus, e assim responder sem reservas ao chamado de Deus, à santidade e todas as formas de vida dentro da Igreja: sacerdotal, religiosa, matrimonial, leigos consagrado e engajado na vida da Igreja.


Clique aqui e veja as fotos


No dia 09 de julho, abrindo evento da Comunidade Canção Nova – Fortaleza, pe. Rafhael celebrou a Missa do Clube da Evangelização. A Missa foi às 15h, na Igreja de Nossa Senhora da Piedade. Na ocasião pe. Rafhael lembrou a ousadia de evangelizar no mundo atual, respondendo ao apelo de Deus de não desanimar diante dos desafios do mundo.

clique aqui veja as fotos

Reinauguração da Cripta da Catedral


No final de Semana de 09 e 10 de julho de 2011 ocorreram os seguintes eventos com a presença do coordenador da Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Fortaleza:

Missa de reinauguração da Cripta da Catedral de Fortaleza, presidida pelo Arcebispo, dom José Antonio, concelebrada pelo bispo auxiliar, dom Rosalvo, e demais padre. Alguns seminaristas do Propedêutico ajudaram na cerimônia.

A Cripta da Catedral está dedicada aos Santos Adolescentes, o que nos faz lembrar e pensar na oração pelos jovens e, especialmente, na oração para que os jovens busquem responder com generosidade ao chamado de Deus, à vocação.


clique aqui e veja as fotos

9 de jul de 2011

5º dia do IV FORMISE (08/07)

Nesta sexta-feira-feira, último dia do FORMISE, o dia teve início com a Celebração da Eucaristia, presidida pelo Pe. Sávio Corinaldese, sx, (POM). Na sequência houve o café da manhã, com os agradecimentos e considerações finais.

Foi divulgado o local do próximo FORMISE, em 2012: Arquidiocese de Feira de Santana, na Bahia, de 02 a 06 de julho do próximo ano.

4º dia do IV FORMISE (07/07)

Nesta quinta-feira-feira na continuidade dos trabalhos do IV FORMISE aconteceu a seguinte programação:

O dia teve início com a Celebração da Eucaristia e Laudes, presidida pelo Pe. Rafhael, da Arquidiocese de Fortaleza, Ceará. Na sequência houve formação com os padres
Sávio Corinaldesei e André de Negreiros, atualmente exercendo suas missões nas Pontifícias Obras Missionárias. Pe. Sávio explanou sobre a questão missionária nos documentos da Igreja e a situação atual da evangelização; Pe. André abordou a questão dos COMISES e da estrutura das Pontifícias Obras Missionárias. Em sua fala ele lembrou as mídias e os meios de divulgação da missão hoje existentes no Brasil.



Na parte da tarde os seminaristas ouviram ainda algumas considerações do pe. Sávio. Foi realizado ainda um “city tour” por
Campina Grande.

No final da tarde foi feita uma Adoração ao Santíssimo Sacramento e à noite os grupos ficaram livres para a convivência.

clique aqui e veja as fotos


OBJETIVOS DA JORNADA VOCACIONAL


Na meditação sobre a importância de um evento vocacional vale a pena pensarmos que todas pessoas são vocacionadas! Afinal vocação não é só para quem vai ser padre ou freira. Deus chama a todas as pessoas para viver uma vocação muito especial: a SANTIDADE. É isso mesmo, todos os cristãos são chamados à vida de santidade. Todos somos vocacionados.

A vocação à santidade está presente em todos os modos de vida que o cristão é chamado a viver: santos no matrimônio, santos na vida sacerdotal, santos na vida religiosa, santos como solteiros...

A pergunta que muitos se fazem é: o que é ser santo? Até mesmo escuta-se em muitas oportunidades que se deve ser “santo”; que os que crêem em Jesus Cristo devem ser exemplos de vida santa para as outras pessoas e para o mundo; que os casais que participam da vida da Igreja devem ser sinal de santidade; que os padres e as freiras devem ser as pessoas mais santas do mundo. No final chega-se à conclusão: o imperativo para os cristãos é: Sede santos!

Essa ordem torna-se então uma meta a ser alcançada. Em verdade a santidade é, para os cristãos, uma tarefa a ser empreendida com muita ousadia, pois o convite à santidade é feito a nós pelo próprio Deus, e isto está na sua Palavra:

Lv 19,1-2: “Javé falou a Moisés e disse: Fala a toda a comunidade dos filhos de Israel. Tu lhes dirás: Sede santos, porque eu, Javé vosso Deus, sou santo.”

Dt 7,6: “Pois tu és um povo consagrado a Javé teu Deus; foi a ti que Javé teu Deus escolheu para que pertenças a ele como seu povo próprio, dentre todos os povos que existem sobre a terra”.

QUAL O OBJETIVO DA JORNADA VOCACIONAL?

DESPERTAR OS JOVENS A BUSCAREM O DISCERNIMENTO DIANTE DO CHAMADO DE DEUS A UMA VOCAÇÃO NA IGREJA E NO MUNDO.

A Jornada é só para despertar o discernimento para o sacerddócio e a vida religiosa?

NÃO! A Jornada quer que os participantes vejam a multiforme graça de Deus nas vocações específicas e optem por seguir ao Senhor e serem “sal da terra e luz do mundo” na vocação para a qual sentem o chamado do Senhor.

QUAIS SÃO AS VOCAÇÕES ESPECÍFICAS NA IGREJA?

Na Igreja, convencionalmente, inclusive por toda a sua história as vocações específicas são:

MATRIMÔNIO – vocação de leigos e leigas casados que na sociedade dão o testemunho do amor, sendo sinal do amor de Cristo pela Igreja e desta pelo seu Senhor.

VIDA RELIGIOSA – vocação para a qual homens e mulheres se sentem chamados. Popularmente são os Frades (Irmãos) e Freiras (Irmãs), que respondem o chamado aderindo a um carisma especial na Igreja, manifestado na missão vivida por Ordens, Congregações e Institutos de Vida Religiosa. Os religiosos (as) fazem, como parte integrante de sua vocação os votos de Pobreza, Obediência e Castidade.

Obs.: dentro a perspectiva da Vida Consagrada estão os Institutos Seculares, formados por leigos que também seguem um carisma especial, mas que não vivem em comunidade como os religiosos (as).

LEIGOS CONSAGRADOS – são os cristãos leigos que não entra em Institutos Religiosos mas que aderem a uma Regra de Vida, e exerce um carisma especial na sociedade como “fermento na massa”. Aqui enquadram-se muitas das novas experiências atuais como as Novas Comunidades, Movimentos, Associações e Serviços Eclesiais.

LEIGOS – aqui encontram-se todos os cristãos leigos que na Igreja exercem algum ministério e servem com a disponibilidade de suas vidas aos seus irmãos. Podem ser ministérios como a catequese, MESC, Palavra, música, etc.

SACERDÓCIO ORDENADO – aqui estão aqueles homens que decidem ofertar suas vida como Ministros Ordenados (presbíteros, chamados pela sabedoria popular de padres). Os presbíteros (padres) exercem a função primordial e primeira de anunciar a Palavra, ministrar os Sacramentos e governar o Povo de Deus pelo pastoreio.

Obs.: dentro da perspectiva dos Ministros Ordenados está o Diaconato Permanente. Geralmente homens casados que exercem a Diaconia da Palavra, da Liturgia e de modo especial da Caridade. Para ser Diácono Permanente é necessária a anuência da esposa.

ALÉM DA SANTIDADE HÁ ALGUM OUTRO CHAMADO QUE SEJA COMUM A TODOS?

SIM! É o chamado missionário. Todos os cristãos devem ser santos segundo seu estado de vida, e isso não se discute. Mas, outro chamado é indiscutível para o batizado, é o chamado para a MISSÃO.

Todo batizado é missionário por natureza, por causa de seu Batismo. Isso porque nos configuramos a Jesus Cristo, que é o enviado, o missionário do Pai.

Padre, religioso, religiosa, casal, solteiro, leigos e leigas, todos são chamados à missão, todos são chamados a serem missionários.

A MISSÃO É VOCAÇÀO DE TODOS!!!!!

OBJETIVOS DA JORNADA VOCACIONAL


Na meditação sobre a importância de um evento vocacional vale a pena pensarmos que todas pessoas são vocacionadas! Afinal vocação não é só para quem vai ser padre ou freira. Deus chama a todas as pessoas para viver uma vocação muito especial: a SANTIDADE. É isso mesmo, todos os cristãos são chamados à vida de santidade. Todos somos vocacionados.

A vocação à santidade está presente em todos os modos de vida que o cristão é chamado a viver: santos no matrimônio, santos na vida sacerdotal, santos na vida religiosa, santos como solteiros...

A pergunta que muitos se fazem é: o que é ser santo? Até mesmo escuta-se em muitas oportunidades que se deve ser “santo”; que os que crêem em Jesus Cristo devem ser exemplos de vida santa para as outras pessoas e para o mundo; que os casais que participam da vida da Igreja devem ser sinal de santidade; que os padres e as freiras devem ser as pessoas mais santas do mundo. No final chega-se à conclusão: o imperativo para os cristãos é: Sede santos!

Essa ordem torna-se então uma meta a ser alcançada. Em verdade a santidade é, para os cristãos, uma tarefa a ser empreendida com muita ousadia, pois o convite à santidade é feito a nós pelo próprio Deus, e isto está na sua Palavra:

Lv 19,1-2: “Javé falou a Moisés e disse: Fala a toda a comunidade dos filhos de Israel. Tu lhes dirás: Sede santos, porque eu, Javé vosso Deus, sou santo.”

Dt 7,6: “Pois tu és um povo consagrado a Javé teu Deus; foi a ti que Javé teu Deus escolheu para que pertenças a ele como seu povo próprio, dentre todos os povos que existem sobre a terra”.

QUAL O OBJETIVO DA JORNADA VOCACIONAL?

DESPERTAR OS JOVENS A BUSCAREM O DISCERNIMENTO DIANTE DO CHAMADO DE DEUS A UMA VOCAÇÃO NA IGREJA E NO MUNDO.

A Jornada é só para despertar o discernimento para o sacerddócio e a vida religiosa?

NÃO! A Jornada quer que os participantes vejam a multiforme graça de Deus nas vocações específicas e optem por seguir ao Senhor e serem “sal da terra e luz do mundo” na vocação para a qual sentem o chamado do Senhor.

QUAIS SÃO AS VOCAÇÕES ESPECÍFICAS NA IGREJA?

Na Igreja, convencionalmente, inclusive por toda a sua história as vocações específicas são:

MATRIMÔNIO – vocação de leigos e leigas casados que na sociedade dão o testemunho do amor, sendo sinal do amor de Cristo pela Igreja e desta pelo seu Senhor.

VIDA RELIGIOSA – vocação para a qual homens e mulheres se sentem chamados. Popularmente são os Frades (Irmãos) e Freiras (Irmãs), que respondem o chamado aderindo a um carisma especial na Igreja, manifestado na missão vivida por Ordens, Congregações e Institutos de Vida Religiosa. Os religiosos (as) fazem, como parte integrante de sua vocação os votos de Pobreza, Obediência e Castidade.

Obs.: dentro a perspectiva da Vida Consagrada estão os Institutos Seculares, formados por leigos que também seguem um carisma especial, mas que não vivem em comunidade como os religiosos (as).

LEIGOS CONSAGRADOS – são os cristãos leigos que não entra em Institutos Religiosos mas que aderem a uma Regra de Vida, e exerce um carisma especial na sociedade como “fermento na massa”. Aqui enquadram-se muitas das novas experiências atuais como as Novas Comunidades, Movimentos, Associações e Serviços Eclesiais.

LEIGOS – aqui encontram-se todos os cristãos leigos que na Igreja exercem algum ministério e servem com a disponibilidade de suas vidas aos seus irmãos. Podem ser ministérios como a catequese, MESC, Palavra, música, etc.

SACERDÓCIO ORDENADO – aqui estão aqueles homens que decidem ofertar suas vida como Ministros Ordenados (presbíteros, chamados pela sabedoria popular de padres). Os presbíteros (padres) exercem a função primordial e primeira de anunciar a Palavra, ministrar os Sacramentos e governar o Povo de Deus pelo pastoreio.

Obs.: dentro da perspectiva dos Ministros Ordenados está o Diaconato Permanente. Geralmente homens casados que exercem a Diaconia da Palavra, da Liturgia e de modo especial da Caridade. Para ser Diácono Permanente é necessária a anuência da esposa.

ALÉM DA SANTIDADE HÁ ALGUM OUTRO CHAMADO QUE SEJA COMUM A TODOS?

SIM! É o chamado missionário. Todos os cristãos devem ser santos segundo seu estado de vida, e isso não se discute. Mas, outro chamado é indiscutível para o batizado, é o chamado para a MISSÃO.

Todo batizado é missionário por natureza, por causa de seu Batismo. Isso porque nos configuramos a Jesus Cristo, que é o enviado, o missionário do Pai.

Padre, religioso, religiosa, casal, solteiro, leigos e leigas, todos são chamados à missão, todos são chamados a serem missionários.

A MISSÃO É VOCAÇÀO DE TODOS!!!!!

8 de jul de 2011

Jornada Vocacional (histórico)

COMO SURGIU A JORNADA VOCACIONAL?

A Jornada Vocacional surgiu com outro nome. Era chamada de show vocacional e começou no Seminário de Teologia, como expressão pastoral de preocupação com a questão vocacional por parte dos seminaristas da época.

Inicialmente era um evento mais localizado dentro da Paróquia São Francisco de Assis, Dias Macêdo, onde a maioria dos seminaristas exercia suas atividades pastorais. No ano de 2009, por sugestão do pe. Élio e da Equipe de Formação do Seminário de Teologia as outras Casas de Formação da Arquidiocese – Filosofia e Propedêutico também começaram a integrar a organização do evento. Geralmente numa sexta-feira à noite no próprio Seminário São José – Teologia, no Castelão.

No ano de 2010, com a ida do pe. Rafhael como Diretor Espiritual para o Seminário de Teologia, substituindo o pe. Élio, uma vez que ele também era Coordenador da Pastoral Vocacional da Arquidiocese, propôs-se estender também o evento “show vocacional” à Pastoral Vocacional Arquidiocesana. Assim em 2010 além dos Seminários da Arquidiocese também a Pastoral Vocacional passou a integrar a organização do show.

Na ocasião da preparação do show vocacional 2010 foram convidadas outras pessoas externas aos Seminários, leigos e leigas de Comunidades e Movimentos da Igreja Arquidiocesana. Foi no primeiro encontro deste grupo que se pensou em dar nova roupagem ao show vocacional que dali em diante passou a ser chamado de JORNADA VOCACIONAL, o que faz lembrar, inclusive vários eventos de Igreja, que levam essa nomenclatura, tal como a Jornada Mundial da Juventude, as Jornadas Mundiais de Oração por essa ou aquela intenção.

Na verdade a Jornada Vocacional que ser um momento forte da Igreja Particular de Fortaleza na tomada da consciência vocacional por parte de todos os cristãos batizados, para que sintam ainda mais o chamado de Deus para a vida de discípulos missionários de Jesus Cristo. Vocação e tomada de consciência que deve atingir a todos, casados, solteiros, jovens, adultos, crianças, idosos, padres, religiosas e religiosos, enfim.

Assim, em 2010, na primeira edição oficial da Jornada Vocacional, reformulação do show vocacional, muitos jovens, entre 1.500 à 1800 jovens, puderam ouvir e cantar a vocação e DESPERTAREM para o chamado de Deus em suas vidas. Esperamos que neste ano de 2011, na segunda edição da Jornada, antecedida pela Jornada Mundial da Juventude, em Madri, muito mais jovens unam-se a nós no desejo de discernir e buscar responder aos apelos do chamado do Senhor.

3º dia do IV FORMISE (06/07))

O dia teve início com a Celebraçào da Eucaristia e Laudes, presidida pelo Pe. Natal, PIME, de da Diocese de Propriá, em Sergipe. Na sequência houve formação com o pe.
André Vital, scj, atualmente exercendo sua missão na Arquidiocese de Olinda e Recife. Pe. André abordou o tema: a formação intelectual do seminarista missionário. Em sua fala ele frisou o tema a “Arte de formar-se”, com base nas reflexões do pe. Libânio. A abordagem do tema seguiu-se por toda a manhã.

Na parte da tarde os seminaristas foram divididos em grupos e apresentaram suas reflexões que foram seguidas da conclusão do assessor que tomou como motivação o texto das Diretrizes da Formaçào Presbiteralna Igreja do Brasil, no que toca à questão da dimensão intelectual e sua incidência na pastoral e na missão.

No final da tarde foram rezadas as Vésperas em comunidade. No período da noite houve momento de convivência cultural com a presença da senhora Eneida Maracajá para falar sobre a cultura da Paraíba, especialmente de Campina Grande. Na sequência das apresentações cada representação estadual expôs um pouco da cultura de local: Ceará, Piauí, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Natal, Alagoas, Sergipe, Bahia.


clique aqui e veja as fotos

7 de jul de 2011







O dia teve início com a Celebraçào da Eucaristia e Laudes, presidida pelo Pe. Natal, PIME, de da Diocese de Propriá, em Sergipe. Na sequência houve formação com o pe. André Vital, scj, atualmente exercendo sua missão na Arquidiocese de Olinda e Recife. Pe. André abordou o tema: a formação intelectual do seminarista missionário. Em sua fala ele frisou o tema a “Arte de formar-se”, com base nas reflexões do pe. Libânio. A abordagem do tema seguiu-se por toda a manhã.

Na parte da tarde os seminaristas foram divididos em grupos e apresentaram suas reflexões que foram seguidas da conclusão do assessor que tomou como motivação o texto das Diretrizes da Formaçào Presbiteralna Igreja do Brasil, no que toca à questão da dimensão intelectual e sua incidência na pastoral e na missão.


No final da tarde foram rezadas as Vésperas em comunidade. No período da noite houve momento de convivência cultural com a presença da senhora Eneida Maracajá para falar sobre a cultura da Paraíba, especialmente de Campina Grande. Na sequência das apresentações cada representação estadual expôs um pouco da cultura de local: Ceará, Piauí, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Natal, Alagoas, Sergipe, Bahia.


Clique aqui e veja as fotos

6 de jul de 2011

2º dia do IV FOMISE (05/07)

Nesta terça-feira foi dada continuidade aos trabalhos do IV FORMISE.

O dia teve início com a oração de Laudes, em seguida formação com o pe. Dalmo, da Arquidiocese da Paraíba. Pe. Dalmo abordou o tema: espiritualidade missionária do seminarista. Na continuidade os participantes foram divididos em grupos para refletirem sobre o tema proposto.

Na parte da tarde os grupos voltaram com suas reflexões que foram arrematadas com as palavras de Dom Jaime Vieira, Bispo Diocesano de Campina Grande. Ainda aconteceu o testemunho do Pe. Cristiano, padre fidei donum da diocese de Floresta, atualmente em Belém.

No final da tarde Dom Jaime presidiu a missa que foi concelebrada por vários padres. No final do dia houve momento de convivência.

Clique aqui e veja as fotos

5 de jul de 2011

Pastoral da Criança lança a campanha “Antibióticos: 1ª dose imediata”

Após o longo diálogo que a Pastoral da Criança teve com o Ministério da Saúde, no ano de 2010, por meio das Secretarias de Saúde da Criança, de Atenção Básica e Assistência Farmacêutica, a Pastoral lança a campanha “Antibiótico: 1ª dose imediata”. O objetivo da campanha é orientar os gestores municipais de saúde e a sociedade, sobre a importância de ministrar a primeira dose de antibiótico nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) logo após a consulta, em especial, nos casos de criança com suspeita de pneumonia. A recomendação é da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde.

A Campanha será lançada no início deste inverno, com veiculação institucional na TV e utilização de outros materiais como cartazes e outdoors.

Muitos exemplos mostram que com boa administração dos recursos, criatividade e ajuda da comunidade, o atendimento pode ser feito com qualidade e na hora em que a pessoa necessita.

“A primeira dose de antibiótico dada logo após a consulta, ainda no posto de saúde, poderia evitar uma parte significativa das cerca de 4 mil mortes anuais entre crianças menores de 5 anos no Brasil, registradas no Ministério da Saúde. Segundo dados do governo, as infecções respiratórias causadas por bactérias são a segunda causa de morte de crianças no país. As doenças respiratórias respondem por 19,7% das causas de morte de crianças entre 1 e 4 anos de idade, 6,2% das crianças menores de um ano”, destacou o gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança, Clóvis Boufleur.

4 de jul de 2011

IV FORMISE (Formação Missionária para Seminaristas).

Segunda-feira, 04 de julho de 2011


Começou hoje, em Campina Grande, na Paraíba, o IV FORMISE (Formação Missionária para Seminaristas). O encontro de formação missionária para seminaristas prossegue até o dia 08 de julho, sexta-feira próxima.

A IV edição do FORMISE está sendo organizada pelos seminaristas do Seminário S. João Maria Vianney, na Diocese de Campina Grande, na Paraíba. O local do encontro é o próprio Seminário.


Ao todo estão participando 70 seminaristas de todo o Nordeste do Brasil, do Maranhão à Bahia. A maior delegação vem da Arquidiocese de Fortaleza, a quem se juntam representações de Itapipoca e do Crato, dando ao Regional Nordeste I a maior representação no FORMISE 2011.

O encontro teve início com a Missa, presidida pelo Vice-Reitor do Seminário de Campina Grande, e concelebrada pelos padres: Natal (Propriá – Sergipe), Rafhael (Fortaleza), Sávio e André (POM).

Clique aqui e veja as fotos

2 de jul de 2011

Manhã de Oração pela Santifícação dos Sacerdotes no Santuário Sagrado Coração de Jesus



Ontem, sexta-feira, dia 1° de julho, Solenidade do Sagrado Coração de Jesus e Jornada Mundial de Orações pela Santificação dos sacerdotes, aconteceu no Santuário Sagrado Coração de Jesus, em Fortaleza, uma Manhã de Oração pela Santifícação dos Sacerdotes.

Clique aqui e veja as fotos.

Fique ligado - Jubileu 16